TELECOM

Para PGR, Acel e Abrafix não podem propor ação direta de inconstitucionalidade

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/02/2017 ... Convergência Digital

O Ministério Público Federal revisou seu posicionamento junto ao Supremo Tribunal Federal e passou a sustentar que a Associação Nacional das Operadoras Celulares (Acel) e a Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix) não podem ser consideradas representativas de classe por reunirem apenas frações do mercado de telecom. Por isso, diz o Procurador Geral da República, não são competentes para propor questionamentos de constitucionalidade ao STF. 

Para Rodrigo Janot, “não podem a Acel e a Abrafix ser consideradas entidades representativas de classe, pois reúnem apenas frações de categoria econômica. Não abrangem, cada uma individualmente considerada, toda a categoria de prestadoras de serviços de telecomunicações – das quais os serviços celular e de telefonia fixa são espécie.”

Como ele mesmo admite, a Procuradoria-Geral da República revisou o próprio posicionamento “e passou a considerar não haver legitimidade da Acel para propor ação direta. Mesmo entendimento deve ser adotado em relação à Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix)”. 

O novo entendimento foi exposto em parecer do PGR em ação direta de inconstitucionalidade movida por ambas as entidades contra uma lei do estado do Mato Grosso do Sul que exige que as operadoras divulguem, na fatura mensal,  “gráfico que demonstre o registro médio diário de entrega da velocidade de recebimento e de envio de dados pela da rede mundial de computadores”.

 A ação foi movida em agosto do ano passado, juntamente com outras duas ADIs, onde Acel e Abrafix questionam outras leis estaduais, de Pernambuco e da Paraíba, que também impõe obrigações às operadoras – de envio de conta pelo correio e de divulgação da qualidade do sinal junto com a venda de chips. Ao menos no caso do Mato Grosso do Sul, a posição do PGR é de extinção das ações, ainda que concorde com a ausência de competência dos estados sobre o tema.


Internet Móvel 3G 4G
4G tem crescimento recorde em março

Segundo a Telebrasil, que representa as operadoras, os 4,7 milhões de acessos representam o melhor desempenho mensal desde que a tecnologia começou a ser ofertada, em 2013.

Prestadoras de serviços de telecom investiram R$ 28 bilhões no Brasil

Receita bruta, no entanto, caiu 5% e ficou em R$ 226 bilhões. Aportes maiores foram em expansão de infraestrutura.

Disputa da TV paga com SBT, Rede TV! e SBT gera mais de 1000 reclamações à Anatel em três dias

Agência informa ainda que, em março, todos os serviços apresentaram redução nas reclamações dos usuários. NET e TIM foram as únicas que registraram aumento nas reclamações.

Usuários dos serviços de telefonia, internet e TV paga pagaram R$ 64 bilhões em impostos em 2016

Total arrecadado diretamente do cidadão e transferido aos cofres públicos representa metade da receita líquida. O FUST arrecadou R$ 1,4 bilhão. O ICMS arrecadou R$ 34 bilhões.

Anatel: Bloqueador de celular restringe acesso à Internet e apps nos presídios

Gerente de Regulamentação da agência reguladora, Nilo Pasquali, diz, no entanto, que ação requer configuração técnica. Anatel recomenda o aluguel dos bloqueadores e teles dizem não ter interesse em construir infraestrutura para sistemas prisionais.

Oi: Não há indícios que coloquem em risco o serviço prestado ao assinante

Com o governo definindo uma MP e com um grupo de credores pressionando, a Oi reafirma que 'as atividades estão sendo normalmente desempenhadas". Mas pede acordo rápido entre acionistas e credores.

Só a Vivo manterá sinal da Record, SBT e RedeTV! em São Paulo

Sem acordo, Net, Sky, Claro e Oi não oferecerão as três redes para seus assinantes as partir das 23h59, quando ocorrerá o apagão analógico.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G