Home - Convergência Digital

Novo projeto de lei obriga cobertura celular em rodovias

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 09/02/2017

O Senado Federal já tem um novo projeto de lei em tramitação que prevê a cobertura de sinais de celular nas estradas. Apresentado pelo 1o vice presidente da Casa, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), o texto diz que a ampliação da cobertura deverá ser concluída em cinco anos e poderá contar com recursos do Fust. 

Apresentado na segunda, 6/2, o PLS 5/17 já está aguardando emendas na Comissão de Ciência e Tecnologia, depois segue para a Comissão de Constituição e Justiça, de onde pode seguir diretamente à Câmara. O texto inclui um novo artigo (135-A) na Lei Geral de Telecomunicações, com mais três parágrafos:

“A autorização para prestação de serviços de telecomunicações móveis de interesse coletivo fica condicionada à obrigação de cobertura de toda a extensão das rodovias federais e estaduais existentes na área objeto da outorga.

A cobertura poderá ser realizada de maneira compartilhada, desde que abranja todos os usuários das diferentes prestadoras envolvidas e que não resulte em custo adicional para os usuários. 

Para cobrir os custos decorrentes da obrigação de que trata este artigo que não possam ser recuperados com a exploração eficiente do serviço, serão utilizados recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações. 

A Agência deverá elaborar cronograma para a implantação da cobertura de que trata este artigo, devendo a cobertura total estar disponível no prazo máximo de cinco anos, sendo ainda fixadas metas anuais para sua progressiva e proporcional implantação.” 

Para o senador, “não haverá resistência das prestadoras de serviços de telecomunicações, uma vez que os custos não recuperáveis serão sustentados pelo Fundo, de modo a tornar atrativos os investimentos necessários”. Ao justificar o projeto, Cunha Lima diz que “os investimentos serão compartilhados entre as prestadoras de serviços de telecomunicações e o Fust – fundo criado exatamente para essa finalidade e que possui quase R$ 20 bilhões ociosos em caixa”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/02/2017
Importações de celulares triplicam em 2016

22/02/2017
Mais uma lei tenta unificar registro de identidade nacional, agora via TSE

15/02/2017
Para consultoria do Senado, teles tinham obrigação de modernizar rede legada

09/02/2017
Senado adia decisão sobre marco legal de Telecom

09/02/2017
Novo projeto de lei obriga cobertura celular em rodovias

07/02/2017
Governo se mostra pessimista com a aprovação do novo Marco de Telecom

06/02/2017
STF congela sanção do novo marco legal das Telecomunicações

02/02/2017
Senado promete, recua e mantém envio da nova Lei de Telecom à sanção presidencial

01/02/2017
Oposição diz que Senado enviou projeto da Lei de Telecom à sanção durante o recesso

01/02/2017
Renan Calheiros manda Lei de Telecom para sanção e oposição vai novamente ao STF

Destaques
Destaques

Tráfego de dados móveis vai crescer cinco vezes no Brasil até 2021

Relatório Cisco Visual Networking revela que, nos próximos cinco anos,  a população global terá mais telefones celulares (5,5 bilhões) do que contas bancárias (5,4 bilhões), água canalizada (5,3 bilhões) e telefones fixos (2,9 bilhões). Redes 5G chegam antes com IoT.

5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

Pesquisa mostra que o 5G terá um impacto no crescimento do PIB global em até US$ 3 trilhões de 2020 a 2035.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

VoLTE: Você sabe o que isso vai significar?

Por Luiz Cesar de Oliveira,

Serviços de voz sobre uma rede 4G devem se tornar disponíveis aos consumidores a partir de 2017.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site