Home - Convergência Digital

Watson chega aos meios de pagamento com parceria entre IBM e Visa

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 16/02/2017

A IBM e a Visa selaram a primeira colaboração da indústria para levar o ponto de venda para todos os lugares onde houver aceitação de Visa, permitindo de forma rápida que as empresas introduzam experiências de pagamento seguras em qualquer dispositivo conectado à Internet das Coisas. No comunicado, as empresas informam que partilham da visão e do compromisso de que pagamentos podem ser realizados por meio de qualquer dispositivo – de relógios a anéis, passando por eletrodomésticos e até carros.

Com esta colaboração, empresas conseguirão disponibilizar pagamentos seguros em todas as suas linhas de produtos por meio da plataforma Watson IoT da IBM e do Visa Token Service, nova tecnologia de segurança que substitui as informações sensíveis de conta nos cartões de pagamento por um identificador digital único. Com isso, IBM e Visa podem viabilizar pagamentos e transações em muitos dos 20 bilhões de dispositivos conectados que deverão estar inseridos na economia global até 2020.

Especialistas estimam que o mundo terá 380 milhões de carros conectados até 2021. Com o ecossistema do carro conectado à plataforma Watson IoT, o motorista seria alertado quando a garantia ou licenciamento do carro estivesse quase vencendo ou quando a data de substituição de uma peça estivesse próxima. Com essa informação, o motorista poderia comprar as peças tocando em um botão, ou programar uma revisão na oficina de sua preferência. Ele poderia até pagar o combustível por meio de uma interação direta entre o carro e a bomba de gasolina.

Da mesma forma, uma corredora que usasse um dispositivo de fitness e um chip wireless de corrida, poderia receber um alerta digital quando seu tênis precisasse de substituição, além de uma recomendação do melhor modelo e onde encontrá-lo pelo melhor preço, em um varejista de sua preferência. Ela poderia receber ainda várias outras recomendações relevantes e personalizadas, como dicas de nutrição e equipamentos, baseadas em sua performance, no clima local e em suas preferências de compra.

“Além de estar promovendo um mundo mais conectado, a Internet das Coisas está mudando a forma como vivemos, compramos e pagamos ao levar dados e pontos de venda para onde quer que o consumidor esteja”, diz Jim McCarthy, vice-presidente executivo de inovação e parcerias estratégicas da Visa Inc. “O poder das tecnologias cognitivas do Watson e a liderança da IBM em IoT e segurança fazem dela a parceira ideal para nos ajudar a entregar pagamentos seguros em ‘virtualmente qualquer lugar’ e na imensa escala da IoT.”

No futuro, todos os clientes da Plataforma Watson IoT da IBM terão acesso aos serviços de pagamento da Visa por meio da IBM Cloud. Com isso, em vez de fazerem um trabalho empresa a empresa, a IBM e a Visa possibilitarão que todos os seus clientes tenham acesso a essas capacidades para poderem começar a construir experiências de comércio personalizadas e, a agir proativamente, fazendo recomendações baseadas nas necessidades específicas de cada consumidor.

Como parte dessa colaboração, as empresas usarão o Visa Token Service para garantir a segurança das informações de todos os consumidores. O serviço substitui várias informações sensíveis constantes nos cartões de pagamento, como o número de conta de 16 dígitos, a data de expiração e o código de validade, por um identificador digital único que pode ser usado para processar pagamentos sem expor os verdadeiros detalhes da conta.

O Visa Token Service é acessado por meio de uma rede de provedores de serviços de token (TSPs, na sigla inglês) e faz parte do Visa Ready, programa que certifica a próxima geração de soluções de pagamento criadas por parceiros para garantir sua conformidade com os padrões de segurança e especificações da Visa, e ter certeza de que elas serão aceitas globalmente de forma coesa e segura. Saiba mais sobre a jornada da Visa com Watson IoT: http://cdig.co/2ljAGaJ

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/11/2017
Uber faz acordo com Volvo para comprar 24 mil carros autônomos

20/10/2017
Operadoras vão à Fazenda e pedem tarifa zero de imposto para Internet das Coisas

04/10/2017
Plano Nacional de Internet das Coisas vai gerar R$ 135 bilhões ao Brasil

04/10/2017
Grupo Algar: mercado de Internet das Coisas vai se autorregulamentar

04/10/2017
Viabilizar negócios em Internet das Coisas é o desafio de agora

03/10/2017
Mercado pede ‘carência regulatória’ para Internet das Coisas

03/10/2017
Plano prevê até 10 ‘unicórnios’ brasileiros para Internet das Coisas

22/09/2017
Governo: Internet das Coisas não acontecerá sem Telecomunicações no Brasil

22/09/2017
Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

20/09/2017
BNDES diz que, 'por enquanto', ainda tem dinheiro para internet das coisas

Destaques
Destaques

Melhores 4G do mundo se estabilizam em 45 Mbps

Com média de 20 Mbps, o Brasil não faz feio entre 77 países analisados nesse quesito. Mas a disponibilidade ainda está abaixo de 60% do tempo, de acordo com relatório do 3º trimestre divulgado pela Opensignal.

Smartphones responderam por 59% dos acessos à Internet na América Latina

Estudo da GSMA aponta que as operadoras vão investir US$ 70 bilhões para aumentar a cobertura 4G na região. Levantamento também mostra que há 300 milhões de pessoas digitalmente excluídas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site