NEGÓCIOS

Android e IOS estão em 99,6% dos smartphones vendidos

Luís Osvaldo Grossmann ... 17/02/2017 ... Convergência Digital

As vendas globais de smartphones para usuários finais totalizaram 432 milhões de unidades no quarto trimestre de 2016, uma alta de 7% sobre o mesmo período de 2015, segundo a consultoria Gartner. Ao longo do ano foram vendidos 1,5 bilhão de aparelhos, com a consolidação dos sistemas operacionais Android e iOS, que juntos estão em 99,6% dos smartphones. 

Ambos já eram dominantes, tendo encerrado o ano anterior com participação de 98,4%. Mas o recuo do Windows, que tinha 1,1% do mercado de smartphones em 2015, mas caiu para 0,3% no fim de 2016, e o desaparecimento do Blackberry, essa dominância ficou ainda maior. Especialmente para os aparelhos Android, que cresceram um ponto percentual, para 81,7%. O iOS foi de 17,7% para 17,9%. 

Os números sobre as vendas de aparelhos para usuários finais também viram a Apple voltar ao topo do ranking depois de dois anos. No quarto trimestre de 2016 a empresa americana vendeu 77 milhões de aparelhos, contra 76,7 milhões da Samsung. 

“A retirada do Galaxy Note 7 deixou uma lacuna para a Samsung nos aparelhos com tela grande”, diz a consultoria, que também aponta a crescente competição sofrida pela fabricante coreana por smartphones médios e de entrada das chinesas Huawei, Oppo e BBK. Essas três empresas representaram 21,3% das vendas no trimestre, uma alta de 7% sobre um ano antes. 

No ano de 2016 foram vendidos 1,5 bilhões de smartphones a usuários finais, o que representa uma alta de 5% sobre 2015. Nesse quadro geral a Samsung segue como líder, com 20,5% das vendas – 306,4 milhões de aparelhos. A Apple aparecem em segundo, com 14,4% do mercado – 216 milhões de celulares. Ambas, no entanto, perderam mercado na comparação com 2015 (tinham 22,5% e 15,9%, respectivamente, no fim do ano anterior. 

Também no cenário anual as três maiores fabricantes chinesas avançaram cerca de 7%, sendo responsáveis por praticamente um em cada cinco aparelhos vendidos no ano passado. A Huawei, com 132,8 milhões de smartphones, viu sua fatia subir de 7,3% para 8,9% do mercado. A Oppo e BBK praticamente dobraram. A Oppo passou de 2,8% para 5,7% das vendas totais (85,3 milhões de aparelhos), enquanto a BBK foi de 2,5% para 4,8% (72,4 milhões).


Cloud Computing
Escolha o fornecedor certo. Parece simples, mas não é

Um estudo feito pelo Gartner mostra que até 2020, empresas que não utilizam computação em nuvem serão tão raras quanto as que hoje não utilizam internet. Isso porque a maioria das inovações tecnológicas é centrada em cloud.

PowerEdge MX - Conteúdo Patrocinado Dell EMC - Convergência Digital
Dell: fornecedor tem o papel de habilitar a transformação digital

A nova linha de servidores precisa ser a base do equilíbrio entre as aplicações do futuro e o legado das empresas para assegurar escala e preservar o investimento, observa o vice-Presidente Sênior e Gerente Geral da Dell EMC Brasil, Luis Gonçalves.

Cade investiga praticas anticompetitivas contra fintechs no mercado de meios de pagamentos e financeiro

Abertura de inquérito decorre de relatório sobre os problemas estruturais do setor, em especial, os efeitos decorrentes da verticalização do setor.

110 países discutem, mas sem consenso, como tributar a economia digital

Como não há acordo comum, cada País começa, de forma unilateral a criar regras de como taxar empresas de Internet, como Google e Facebook. No Brasil, a situação é ainda mais complexa porque não há um consenso tributário hoje.

Buscapé perde ação contra o Google no CADE

Órgão antitruste não entendeu que houve 'infração à ordem econômica' por parte da empresa norte-americana de Internet com relação à comparação de preços. Processo começou em 2011.

Uso de Bitcoin despencou 80% como forma de pagamento

Segundo a consultoria especializada em blockchains Chainanalysis, o uso da criptomoeda mais popular do planeta para transações comerciais encolheu de US$ 427 milhões para US$ 96 milhões até setembro.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G