Home - Convergência Digital

Nextel inova em app de fatura e avança para ser 100% digital

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 20/02/2017

A Nextel avança na sua estratégia para se tornar uma operadora 100% digital. Em entrevista exclusiva ao portal Convergência Digital, o COO (Chief Operation Officer) da tele, Jorge Braga, revela que a partir desta segunda-feira, 20/02, toda a base de assinantes já terá acesso a fatura digital 3.0, que reúne uma série de serviços de forma simples. A ambição da tele é clara: com o 4G recém-lançado em São Paulo quer chegar a 20% de market share na cidade, o mesmo já conquistado no Rio de Janeiro.

"Hoje 40% das ligações para o call center tradicional tratam de faturas e de pedidos de segunda via. Telecomunicações é um setor que é visto como não muito bom em se relacionar com o seu consumidor. Nós estamos investindo no digital para mudar essa percepção. Não entendo que o usuário queira falar com o ser humano. Ele quer é resolver o problema de forma simples e intuitiva", afirma o COO da Nextel, Jorge Braga. A Nextel, hoje, possui 3 mil posições de atendimento e 84% das demandas são resolvidas digitalmente.

A fatura 3.0 foi criada pela equipe do Digital, que hoje reúne 70 pessoas, levou cinco meses para ser desenvolvida e integrada à plataforma Nextel Happy, anunciada no final do ano passado, e concebida junto com a Ericsson e a Zup. E o resultado final foi considerado inovador. Tanto é assim que será apresentado no Mobile World Congress, em Barcelona, como estudo de caso pela fabricante sueca.

Braga conta que o Nextel Happy, sem divulgação massiva, já contabiliza cinco mil clientes nos DDDs 13 e 19 (Campinas e Santos, onde houve o pré-lançamento). A expectativa da Nextel é ter a plataforma operacional para a toda a base no final de março. Será possível escolher combinações de internet e minutos que duram 7 ou 30 dias, além de escolher realizar os pagamentos via cartão de débito e crédito, débito direto em conta corrente das principais instituições bancárias do Brasil e via recarga. O acesso ao app é gratuito e não desconta do pacote de internet.

"Se o cliente quiser 100% de dados e zero de voz, ele terá. Se quiser 100% de voz e zero de dados também. O usuário vai montar o seu produto", explica o executivo da Nextel. Jorge Braga também conta que a Nextel não enxerga os OTTs como rivais, inclusive na parte de voz. "Liberamos a telefonia no WhatsApp, Telegram e Messenger sem o desconto da franquia dos nossos assinantes. A fidelização do cliente não virá de restrição, mas, sim, com a oferta de serviços de qualidade", alfineta.

A confiança no modelo é grande porque houve investimento em tecnologia, mas, especialmente, em pessoas. O diferencial foi unir os objetivos da equipe do Digital à da TI.  "São mundos distintos, mas todos querem o melhor serviço. Mas operadoras têm processos e precisam evoluir para atender ao consumidor. Foi o que fizemos. Hoje, 85% dos nossos clientes já têm a fatura digital. Temos apenas 15% da base que pede o papel, a maior parte de clientes corporativos. Mas queremos avançar mais no digital. Tudo poderá ser feito de forma simples e num número reduzido de cliques. Nossa base de assinantes pede essa oferta e vamos evoluir sempre. A 3.0 é uma versão, outras virão", acrescenta Braga.

Os valores investidos na plataforma Nextel Happy e na consolidação da estratégia digital não foram revelados, mas Braga lembra que a Nextel 'cortou na carne' nos últimos meses. "Fizemos um corte de 30% da nossa força de trabalho. Revisamos todos os processos. Construímos uma empresa que mais do que acreditar no Digital, trabalhar para ser, de fato, Digital", completa o COO.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

08/01/2018
Nextel afirma contar com R$ 1,33 bi para expandir 3G/4G

05/12/2017
Anatel nega cautelar para afastar fundo da Oi, mas vai apurar controle da Nextel

08/11/2017
Nextel abre as portas às OTTs e diz buscar a 'alma' no Brasil

01/11/2017
Nextel prorroga dívida com BB e Caixa Econômica Federal

04/07/2017
Cade aprova sem restrições aquisição de fatia de 30% da Nextel

29/06/2017
Nextel usa a nuvem da Amazon para testar aplicativos

06/06/2017
Grupo sueco vai comprar Nextel por US$ 200 milhões

18/05/2017
Nextel Brasil: Controladora faz duras críticas à gestão no país

10/05/2017
Dona da Nextel negocia com credores prazo para pagar as dívidas

08/05/2017
Nextel usa zero rating para fidelizar clientes pós-pago

Destaques
Destaques

Teles avançam e 4G chega a 3608 municípios do Brasil

Estudo da Telebrasil revela que, em novembro, existiam 99 milhões de acessos 4G ativos. A cobertura 3G também aumenta e chega a 5109 municípios.

Brasileiro prevê o fim do 'baldes de dados' e quer pagar por serviço contratado no 5G

Estudo global feito pela Ericsson, que ouviu 72 milhões de usuários de smartphone no Brasil, mostra que a maioria quer a conta do 5G não mais por gigabytes consumidos, mas por serviço ou dispositivo conectado à rede.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site