TELECOM

MVNO dos Correios chega com zero rating para o WhatsApp e apps do governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/03/2017 ... Convergência Digital

Os Correios começam a atuar nesta segunda, 6/3, como a mais nova operadora celular do Brasil, mas com planos de se tornar até o fim de 2017 a maior MVNO, com 500 mil clientes. Para isso, confia em uma rede capilarizada para venda de chips e um plano agressivo: R$ 30 por mês com direito a 1 GB de navegação, sem desconto do Whatsapp nem quando usado para chamadas de voz. O plano também inclui 100 minutos de ligações ou 100 SMS.  Também haverá zero rating para o acesso aos sites: sites www.correioscelular.com.br, www.correios.com.br e www.brasil.gov.br

A operação, em gestação há pelo menos seis anos, é uma parceria com a Surf Telecom (EuTV), que bateu a Claro ao prometer um retorno de R$ 300 milhões à estatal em cinco anos. Até lá, a expectativa é ter 8 milhões de clientes e com isso se tornar a quinta maior operadora do país, atrás somente de Vivo, Tim, Claro e Oi. O valor pode ser maior caso os Correios consigam implementar serviços adicionais, notadamente em sintonia com o Banco Postal – a promessa é de que em breve serão lançados apps relacionados. 

Ao Convergência Digital, a direção dos Correios explicou que a aposta no pré-pago faz sentido pelo público que já é o atendido, em que pese o forte ajuste no mercado que nos últimos meses já levou ao cancelamento de 50 milhões de chips. “Trata-se de uma opção de serviço mais simples e ajustado ao perfil do público já atendido pela empresa. No futuro, porém, poderão ser lançados planos pós-pagos também”, sustentam os Correios. 

A ideia é ter, no futuro, recargas de R$ 30, R$ 90 e R$ 180 – e eventualmente recargas “de reforço”, de R$ 15. O alvo inicial, porém, é o chip de R$ 30 associado a um plano mensal, que assim permite 1 GB de dados e 100 minutos de ligações, ou 100 mensagens de texto (SMS). Esse plano de entrada já começa com ‘zero rating’ para o Whatsapp, bem como para acessos ao site dos Correios ou de órgão públicos. 

Os Correios também anunciaram que não vão bloquear o acesso à internet ao fim da franquia, mas sim reduzir a velocidade das conexões (para 32 kbps). Além das agências dos Correios, as recargas poderão ser adquiriras pelas maquinetas de cartão da Cielo.

O lançamento foi feito em São Paulo, onde 12 agências começaram a vender os chips nesta segunda. Em seguida, o serviço será estendido a Brasília e Belo Horizonte. Segundo os Correios, até setembro deste 2017 a oferta estará disponível em 90% do país. 


Anatel aprova novo regulamento para preço público de radiofrequências

Principal novidade é a possibilidade de a agência exigir compromissos de investimento como parte do valor da renovação do direito de uso do espectro.

Segurança faz Anatel antecipar bloqueio de celulares no Rio de Janeiro

Os aparelhos irregulares vão ser bloqueados a partir de 08 de dezembro, a pedido do Gabinete de Intervenção Federal no Estado. O bloqueio está implementado no Distrito Federal e no Estado de Goiás.

Disputa entre fornecedores faz Cemig Telecom adiar leilão para o dia 8 de agosto

Preço mínimo para o lote 1, que envolve a rede de banda larga nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro foi estipulado em R$ 332 milhões.  Já manifestaram interesse público, a TIM e a Claro.

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Depois de um período de expansão, em 2014, com a entrada das teles no segmento, o setor encerrou o mês de maio com 17,8 milhões de assinantes, o que significa a perda de 10% da base de usuários. Claro/NET concentram 50% do mercado.

Anatel rejeita pedidos de Société e Pharol para mudanças no conselho da Oi

Seguem válidos, portanto, os nomes indicados a partir da aprovação do Plano de Recuperação Judicial, em dezembro, que constituem o Conselho de Administração Transitório da supertele.

Telefónica conduz projeto de transformação digital da Avianca

O acerto terá validade de cinco anos e inclui serviços de voz tradicional, conectividade de dados, apoio de infraestrutura (LAN/WLAN/Centro de cabos), segurança digital e soluções de redes definidas por software (SDN).


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G