TELECOM

MVNO dos Correios chega com zero rating para o WhatsApp e apps do governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/03/2017 ... Convergência Digital

Os Correios começam a atuar nesta segunda, 6/3, como a mais nova operadora celular do Brasil, mas com planos de se tornar até o fim de 2017 a maior MVNO, com 500 mil clientes. Para isso, confia em uma rede capilarizada para venda de chips e um plano agressivo: R$ 30 por mês com direito a 1 GB de navegação, sem desconto do Whatsapp nem quando usado para chamadas de voz. O plano também inclui 100 minutos de ligações ou 100 SMS.  Também haverá zero rating para o acesso aos sites: sites www.correioscelular.com.br, www.correios.com.br e www.brasil.gov.br

A operação, em gestação há pelo menos seis anos, é uma parceria com a Surf Telecom (EuTV), que bateu a Claro ao prometer um retorno de R$ 300 milhões à estatal em cinco anos. Até lá, a expectativa é ter 8 milhões de clientes e com isso se tornar a quinta maior operadora do país, atrás somente de Vivo, Tim, Claro e Oi. O valor pode ser maior caso os Correios consigam implementar serviços adicionais, notadamente em sintonia com o Banco Postal – a promessa é de que em breve serão lançados apps relacionados. 

Ao Convergência Digital, a direção dos Correios explicou que a aposta no pré-pago faz sentido pelo público que já é o atendido, em que pese o forte ajuste no mercado que nos últimos meses já levou ao cancelamento de 50 milhões de chips. “Trata-se de uma opção de serviço mais simples e ajustado ao perfil do público já atendido pela empresa. No futuro, porém, poderão ser lançados planos pós-pagos também”, sustentam os Correios. 

A ideia é ter, no futuro, recargas de R$ 30, R$ 90 e R$ 180 – e eventualmente recargas “de reforço”, de R$ 15. O alvo inicial, porém, é o chip de R$ 30 associado a um plano mensal, que assim permite 1 GB de dados e 100 minutos de ligações, ou 100 mensagens de texto (SMS). Esse plano de entrada já começa com ‘zero rating’ para o Whatsapp, bem como para acessos ao site dos Correios ou de órgão públicos. 

Os Correios também anunciaram que não vão bloquear o acesso à internet ao fim da franquia, mas sim reduzir a velocidade das conexões (para 32 kbps). Além das agências dos Correios, as recargas poderão ser adquiriras pelas maquinetas de cartão da Cielo.

O lançamento foi feito em São Paulo, onde 12 agências começaram a vender os chips nesta segunda. Em seguida, o serviço será estendido a Brasília e Belo Horizonte. Segundo os Correios, até setembro deste 2017 a oferta estará disponível em 90% do país. 


AGU confirma multa de R$ 414 mil aplicada à SKY por cobrança indevida

A penalidade foi imposta pela Anatel após a empresa trocar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) gratuito por um tarifado, em desobediência à regulamentação do setor..

Anatel impede efeitos no Brasil da compra da Time Warner pela AT&T

Embora tenha mantido a decisão de esperar pela análise do CADE, agência baixou uma medida cautelar para evitar impactos no mercado de TV paga no país, por conta das vedações existentes na Lei do Seac (12.485/11).

Kassab não desistiu de aprovar a nova Lei de Telecom ainda em 2017

Ministro disse que vai se reunir com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, “nos próximos dias ou semanas” para pedir que o PLC 79/16 seja colocado em votação. 

Oi vai vender mais pela Internet e quer investir R$ 7 bi/ano

Marco Schroeder diz que a expectativa é aumentar o aporte, com a capitalização, em R$ 2 bi nos próximos três anos. FTTH, 4G e serviços digitais são a prioridade. "Operação da Oi está preservada e houve ganho de eficiência operacional", sustentou.

Record, SBT e RedeTV! fecham com Vivo para transmissão na TV paga

Transmissões foram suspensas desde 29/3, quando houve o desligamento dos sinais analógicos em São Paulo. Empresas não informaram os valores do acordo. Ainda não há acordo com Net e Sky, que somadas representam 81% dos assinantes da TV paga.

Justiça impede Anatel de remover retransmissor de TV instalado por município

Para a Justiça Federal de Brasília, apesar da previsão legal, não é razoável privar a população do acesso a televisão diante da notória omissão do poder público. 


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G