TELECOM

Brasileiro usa cada vez mais o serviço de voz do WhatsApp

Convergência Digital* ... 15/03/2017 ... Convergência Digital

O WhatsApp está se tornando cada vez mais uma ameaça para as operadoras tradicionais. Primeiro, contribuiu para a redução drástica do volume de mensagens de texto em SMS trocadas entre usuários. Agora, começa a corroer a receita das operadoras com chamadas de voz.

Quase dois terços (64,5%) dos usuários ativos mensais (MAUs, na sigla em inglês) do WhatsApp no Brasil utilizam chamadas de voz pelo app. Destes, praticamente a metade (48,4%) afirma que atualmente usa mais o aplicativo para ligações do que o plano de minutos da sua operadora. É o que revela a nova edição da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box - Mensageria no Brasil, cujo relatório integral pode ser solicitado para envio gratuito através de www.panoramamobiletime.com.br

Outro dado importante: 58,6% dos que fazem chamadas de voz pelo WhatsApp declaram que as realizam todo dia ou quase todo dia. Em outras palavras: o WhatsApp está virando uma operadora, mas sem rede e sem fatura no fim do mês – por outro lado, sem suporte técnico e sem obrigatoriedade de cumprimento de regras da Anatel.

Ao mesmo tempo, cabe lembrar, há um efeito positivo para as teles: o aumento do gasto com dados móveis, afinal, a rede celular é necessária para a realização de chamadas pelo WhatsApp quando o usuário não está conectado a um ponto de acesso Wi-Fi.

A qualidade da chamada por WhatsApp tampouco representa um obstáculo para os consumidores. Ao contrário, 56,5% dos que usam essa funcionalidade deram nota 4 ou 5 para a qualidade do serviço em uma escala de 1 a 5, onde 1 é péssimo e 5 é ótimo.

Videochamada

No ano passado, o WhatsApp adicionou a funcionalidade de videochamada. Nesta edição da pesquisa, pela primeira vez mediu-se a popularidade da nova ferramenta e constatou-se que ela já é alta: 39% dos MAUs do app realizam videochamadas. Dentre eles, metade, ou 50,1%, afirma que realiza videochamadas pelo app todo dia ou quase todo dia.

É sabido que as operadoras brasileiras estão se preparando para lançar, provavelmente este ano, um serviço de videochamada pela rede 4G, conhecido tecnicamente como ViLTE (Video over LTE). No planejamento da oferta as teles terão que analisar a atuação do concorrente over the top (OTT) e destacar as diferenças entre os serviços.

Metodologia e download gratuito

Para essa pesquisa foram entrevistados em janeiro 1.914 brasileiros que acessam a Internet, respeitando as proporções por gênero, idade, renda familiar mensal e distribuição geográfica desse grupo. O grau de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Para democratizar o acesso aos resultados das pesquisas Panorama Mobile Time/Opinion Box, os relatórios passarão a ser gratuitos. Para viabilizar o projeto, cada linha de pesquisa passará a contar com o apoio de patrocinadores, sem que isso signifique perda de independência.

A elaboração dos questionários, a coleta dos dados e a redação dos relatórios continuam sendo realizadas com total autonomia e independência pelas equipes de Mobile Time e Opinion Box, sem qualquer interferência dos patrocinadores. Esta edição da pesquisa de mensageria é a primeira a experimentar esse novo modelo comercial. Ela é um oferecimento da Infobip. Para solicitar o envio gratuito por email do relatório, acesse: www.panoramamobiletime.com.br.


Internet Móvel 3G 4G
TSE lança atendimento virtual por mensagens diretas no Twitter

Canal vai oferecer informações como verificar a situação eleitoral, fazer o download no formato pdf ou imprimir o documento de quitação eleitoral e consultar o local de votação.

AmericaNet: Não faz sentido ter de construir rede por conta de direito de passagem

Inovação é a palavra-chave para a operadora competitiva competir no mercado de telecom, diz o vice-presidente da AmericaNet, José Luiz Pelosini. Ele lamenta que aspectos regulatórios inviabilizem a expansão dos negócios. "Compartilhamento ainda é um entrave".

Use Telecom: "Não conseguimos um real sequer do BNDES e da FINEP"

André Costa, CEO da operadora, com atuação na Bahia e no Sergipe, diz que o governo cobra muito e devolve pouco. Sobre o compartilhamento é taxativo: "O acordo entre a Anatel e Aneel pelos postes não é praticado em nenhum lugar do Brasil".

TIM abre laboratório para projeto de rede do Facebook na América Latina

Operadora será responsável pelo primeiro Telecom Infra Project Community Lab ("Laboratório Comunitário TIP") da região.

Faltam dinheiro e apoio para a construção de rede no Brasil

"Falta apoio dos órgãos públicos, falta financiamento acessível, falta vontade de fazer", diz Rui Gomes, CEO da UMtelecom, empresa que atua na Região Nordeste.

Juarez Quadros: "Estamos prontos para arbitrar disputas pelo compartilhamento"

O presidente da Anatel admite que para as operadoras competitivas há mais dificuldades para celebrar acordos com as concessionárias, mas diz que é preciso levar o embate para o órgão regulador.

Teles afirmam que bloqueio de celular em presídios é exigência inconstitucional

Em nota, o SindiTelebrasil adverte que o Supremo Tribunal Federal já decidiu sobre o tema em leis dos estados da Bahia, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina. Se o PL 3019/15 for aprovado no Senado, as operadoras terão de instalar, manter e gerenciar os sistemas.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G