TELECOM

Kassab propõe novo Fust, com contingenciamento proibido a partir de 2020

Luís Osvaldo Grossmann, Luiz Queiroz e Pedro Costa ... 15/03/2017 ... Convergência Digital

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, quer que sejam feitas mudanças legais no Fundo de Universalização das Telecomunicações, Fust, para adequá-lo a nova realidade a ser criada com mudanças na Lei Geral de Telecomunicações, mas também para impedir que os recursos continuem a ser contingenciados, como acontece desde que foi criado, no ano 2000. 

“Defendo a reavaliação e até fiz uma sugestão para que se vote essa mudança e ela entre em vigência apenas 2020. Haveria uma mudança do Fust, mas com os mesmos recursos, sem aumento da carga tributária, mas de forma que a gente possa dar uma destinação diferente e que se proíba o contingenciamento”, defendeu Kassab ao participar, nesta quarta-feira, 15/3, do 2º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios. 

Segundo ele, a mudança não viria necessariamente a partir de um projeto do Poder Executivo, mas de iniciativa do próprio Congresso Nacional. O tema, revelou o ministro, foi tema de uma reunião com parlamentares durante o Mobile World Congress deste ano, em Barcelona. 

“Havia um série de parlamentares em Barcelona que abordaram a questão comigo e perguntaram minha opinião. A nossa Lei Geral de Telecomunicações está capenga desde seu início porque contava com os recursos do Fust e até hoje não tem esses recursos”, disse Kassab. 

Segundo ele, a proposta de adotar a proibição do contingenciamento apenas a partir de 2020 evita que o atual governo aja em ‘causa própria. “A vigência de 2020 faz com que não seja eu beneficiado com isso, não seja ao atual governo. Não é justo que a gente faça a partir de agora, porque seria trabalhar em causa própria, nem a partir do primeiro ano do futuro governo, que vai entrar com uma tendência de orçamento e de uma hora para outra não poderia contar com determinado recurso. Então será a partir do segundo ano do futuro governo.”

O tema, vale lembrar, faz parte de uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Conselho Federal da OAB que pede que o Supremo Tribunal Federal proíba o governo federal de utilizar os recursos do Fust para outras finalidades que não investimentos no setor de telecomunicações. É que desde que o Fust foi criado, no ano 2000, pouco mais de 1% dos cerca de R$ 20 bilhões arrecadados foram efetivamente utilizados. Assistam a entrevista com o ministro Gilberto Kassab, feita no 2º Seminário Brasscom, em Brasília.


Internet Móvel 3G 4G
Algar Telecom é a primeira tele a lançar plano com dados ilimitados

O custo do plano é de R$ 99,00 por mês e exige, em contrapartida, uma fidelidade de 12 meses. O consumo dos dados pode acontecer dentro ou fora da área de cobertura da operadora.

Teles: bloqueio após o fim da franquia não afronta o Marco Civil da Internet

Em nota oficial, o SindiTelebrasil diz que a "A PROTESTE insiste em querer fazer prevalecer a sua interpretação equivocada sobre a legislação aplicável à Internet".

Oi desembolsa R$ 51 milhões para pagar cerca de 500 credores

Operadora pagou as credores que fizeram a escolha da opção de pagamento em fevereiro. "Este é mais um passo no cumprimento da recuperação judicial", afirma o presidente da companhia, Eurico Teles.

Fox obtém vitória na Justiça do Uruguai e tenta replicar no Brasil decisão contra pirataria

Segundo um relatório da NetNames, de 222 milhões de usuários da internet na América do Sul, 110 milhões acessam conteúdos piratas.

Anatel impõe ligação gratuita à Oi em orelhões em 12 estados

Anatel já adota a medida há seis anos, quando verificou que aproximadamente metade dos orelhões do país não funcionava.

Preterida pelas teles, faixa de 450 MHz está na mira do setor elétrico

Elétricas e Anatel discutem destinação desta e outras faixas em caráter primário para as empresas de utilities. “Precisamos de 10 MHz. E pelo menos seis fornecedores no Brasil têm equipamentos em 450 MHz e outras faixas”, diz Ronaldo Santarem, da UTC AL.

Celular já virou a primeira tela do consumidor na América Latina

Segundo estudo global da Ooyala, da Telstra, a proporção de vídeos assistidos em dispositivos móveis chegou a 60%, com larga preferência pelos smartphones, principalmente na região.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G