GOVERNO » Política Industrial

Fazenda diz que projeto em debate sobre PIS/Cofins não é dela e descarta prejuízo para TICs

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 15/03/2017 ... Convergência Digital

O secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Facundo de Almeida Jr., assegura que o projeto de mudança do PIS/Cofins, que está em elaboração pelo governo Michel Temer, não vai prejudicar qualquer setor produtivo. Ele refuta as críticas feitas pelo setor de TI e Telecom.

"Essa proposta em debate não é a do Governo Temer, é do governo passado. A nossa proposta ainda não foi colocada à mesa. Não vamos fazer nada que prejudique qualquer setor, entre eles o de TIC", afirmou, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o 2º Seminário de Políticas Públicas & Negócios da Brasscom, em Brasília.

"A nossa maior preocupação é ter regras mais claras. Não é possível migrar do imposto cumulativo para o de valor adicionado de forma radical porque essa mudança vai onerar setores relevantes, entre eles, o de serviços onde está TIC. Toda a mudança será feita da forma mais consensual possível e com debate", acrescentou Mansueto Facundo de Almeida Jr.

O secretário exterminou qualquer possibilidade de o governo vir a conceder desonerações fiscais para projetos relevantes para o setor de TIC como banda larga e data centers. "Hoje não há espaço algum para desoneração fiscal no governo Temer. A economia ainda está se recuperando, mas cresce em um ritmo lento". Sobre o uso de Tecnologia da informação no Governo, Mansueto Junior admite que o uso ainda é baixo no Estado. "As pessoas não conhecem o governo, não conhecem a complexidade tributária. Tecnologia é a ferramenta para disseminar conhecimento". Assistam a entrevista.


Governo terá plataforma única para cruzamento de dados no Poder Executivo

Planejamento chegou a proibir os órgãos federais de contratarem soluções de Big Data e Analytics para evitar dispersões.

Greve continua e não há data para lançamento do satélite da Telebras

Previsto para o dia 21 de março, o lançamento, agora, só deverá acontecer pelo menos 10 dias depois do fim da greve geral na Guiana Francesa. Governo diz que atraso não causa prejuízo aos projetos nem financeiro.

Gilberto Kassab sofre duas investigações oficiais por conta da Lava Jato

O jornal Estado de São Paulo divulgou a lista do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Foi determinada a abertura de inquérito contra contra nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes das duas Casas - Senado e Câmara.

"Há chances, sim, de reverter a reoneração da folha para TI", afirma Kassab

"Os números apresentados me convenceram plenamente. Eu estou à frente dessa negociação no governo", afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

STF livra governo federal de responder por dívidas trabalhistas de terceirizados

“A responsabilidade por débitos trabalhistas de terceiros seria desestímulo à colaboração da iniciativa privada com a administração pública”, sustentou no voto de desempate o ministro Alexandre de Moraes.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G