GESTÃO

Demanda de TI da Caixa multiplicou por 10 com o FGTS e novo recorde é esperado em abril

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 17/03/2017 ... Convergência Digital

Em apenas seis dias de operação oficial da liberação das contas inativas do FGTS pela Caixa Econômica Federal foram liberados R$ 4,4 bilhões e houve um atendimento de 3,128 milhões de trabalhadores, o que significa 10% do total da demanda esperada - a liberação de recursos é estimada em R$ 46 bilhões e trabalhadores beneficiados serão 30,6 milhões.

"A TI alterou todos os seus sistemas de suporte e redimensionou a sua capacidade de servidores, mas o grande trabalho foi a nossa capacidade coletiva de planejamento. Todo mundo se envolveu. Do funcionário da agência até o presidente", revela o vice-presidente de TI da Caixa, José Antonio Eirado Neto, que participou do 2º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, realizado em Brasília.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Eirado Neto diz que um novo ponto de inflexão da TI virá no dia 10 de abril, quando mais trabalhadores serão atendidos. "Os testes estão sendo feitos, os servidores tiveram sua capacidade aumentada. O nosso movimento aumentou 10 vezes em fevereiro. Foi muito além do que se esperava e no primeiro dia tivemos problema, mas rapidamente conseguimos fazer a TI segurar o processo", diz.

Para o VP de TI, nenhuma instituição financeira do país passou na TI o pico de movimento que a Caixa enfrentou nesse primeiro momento da liberação das contas inativas. "Foi uma prova de fogo", afirma. Com 120 milhões de contas correntes no banco de dados, a Caixa realiza prova de conceitos com o big data e promete ter uma solução em uso entre setembro e outubro. "Já definimos que negócios e TI terão de andar juntos". Eirado Neto fala ainda sobre a necessidade de mudança no modelo de compras públicas de TI no governo. Assistam a entrevista.


Haroldo: o robô especialista em defesa do consumidor

Empresa responsável diz que ferramenta é uma alternativa privada para a solução de conflitos que envolvem milhares de usuários lesados.

EFD-Reinf: A “irmã” do eSocial que a sua empresa precisa prestar a atenção

Assim como o eSocial, o módulo do SPED vai substituir obrigações impostas aos contribuintes e empregadores, entre elas, a DIRF – Imposto de Renda Retido na Fonte e a GFIP – Informações à Previdência Social.

Pagar imposto tem de ser menos complicado no Brasil

O governo digital é medida estratégica de desburocratização do governo, afirma o secretário executivo da Casa Civil, Daniel Siegelmann.

Dataprev diz que seu maior ativo são os mais de 26 bilhões de dados civis

Estatal quer se posicionar como fornecedora de serviços digitais e já contabiliza 7,5 milhões de registros ativos na sua plataforma. 

eSocial: nova fase, novas regras, novo leiaute

Os grandes empregadores deverão enviar os dados de seus trabalhadores – também conhecidos como eventos não periódicos – nos prazos definidos no Manual de Orientação do eSocial (MOS).



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G