Home - Convergência Digital

Geraldo Dezena deixa a TI do Banco do Brasil

Convergência Digital - Carreira
Luiz Queiroz - 22/03/2017

A caminho da aposentadoria, o vice-presidente de TI do Banco do Brasil, Geraldo Dezena, anunciou no último dia 2 de março que, após 40 anos trabalhando na instituição, era chegada a hora de sair.  Na Tecnologia, disse que o setor se aproximou das áreas de negóciod do banco, "não apenas para suportá-los, mas para transformá-los desde a sua concepção".

Dezena destacou os projetos que passaram por sua gestão, entre eles a nuvem corporativa, a criação do Laboratório Avançado no vale do Silício e o lançamento da Conta Digital. "Atuamos com o parceiros das demais áreas, aprimorando os processos internos e a relação com o cliente", informou.

Também elencou os inúmeros prêmios que a TI do BB recebeu durante a sua gestão, concedidos por revistas especializadas no mercado financeiro e em tecnologia. Concluiu afirmando que após 40 anos de decicação ao Banco do Brasil aguardará irá buscar novos desafios. O Banco do Brasil ainda não informou o nome do executivo que irá substituir a Geraldo Dezena na Vice-Presidência de TI.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/06/2018
Greve da Cobra Tecnologia impacta a manutenção de TI do Banco do Brasil

25/05/2018
Sem acordo, trabalhadores da BBTS, ex-Cobra Tecnologia, continuam greve

22/02/2018
BB investe R$ 14 milhões em IA e libera transações bancárias no Messenger, do Facebook

01/06/2017
Banco do Brasil adota pulseira para compras nas funções débito e crédito

24/03/2017
Gustavo do Vale retorna à Tecnologia do Banco do Brasil

22/03/2017
Geraldo Dezena deixa a TI do Banco do Brasil

09/02/2017
Oi e Claro vencem licitação de R$ 500 mil do Banco do Brasil

08/01/2016
Banco do Brasil atinge a marca de 1 bilhão de transações móveis/mês

23/11/2015
Conciliação fracassa e greve na Cobra Tecnologia continua

17/11/2015
São Paulo adere ao movimento grevista da Cobra, atual BB Tecnologia

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Brasileiro revela pavor de perder o emprego

Estudo da Confederação Nacional da Indústria mostra que os profissionais brasileiros nunca ficaram tão preocupados com o emprego quanto agora. Sentimento cresce entre os homens, mas são as mulheres as mais assustadas com a possibilidade de demissões.

Profissional do futuro simplesmente não existe

A advertência foi feita pela futurista Lala Deheinzelin, criadora do movimento "Crie Futuros". Segundo ela, já não se pode mais pensar em uma profissão ou em um profissional. É preciso imaginar células, cada uma com sua capacidade. A união de todas elas é que será, de acordo com a especialista, capaz de nos levar a um mundo desejável.

Flexibilização no trabalho: prática bem longe da realidade no Brasil

Pesquisa mostra que 75% dos brasileiros ainda trabalham no formato tradicional: no escritório e no horário comercial. Estudo mostra ainda que 58% das empresas não fornecem recursos suficientes para viabilizar o home office.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site