GESTÃO

Tributar sobre o faturamento reduz o medo de empregar em TI no Brasil

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 10/04/2017 ... Convergência Digital

As empresas de TI querem que a tributação de software e serviços aconteça sobre o faturamento e não pela folha de pagamento, sustenta o presidente da BRQ, Benjamim Quadros. Segundo ele, tributar sobre o faturamento reduz o medo de empregar em TI no Brasil. "Faz muito sentido pedir isso. Se tributar pela folha vai se gerar o incentivo para a informalidade, inclusive, nas pequenas e médias empresas", afirma.

Já a tributação pelo faturamento permite a isonomia entre o software nacional e o software internacional, além de assegurar o investimento das empresas em capital humano, acrescenta Quadros. As empresas de TI querem que o governo reinclua  software e serviços de TI na desoneração da folha de pagamento. Assistam ao posicionamento do presidente da BRQ, Benjamim Quadros.


Carreira
Você sabe como dizer não a uma oferta de emprego?

A rejeição causa, sim, desconforto no processo seletivo, mas é um direito declinar propostas, desde que se tenha convicção que a vaga não está dentro das suas expectativas. A orientação dada por especialista é: diga o quanto antes que não quer a vaga para não deixar uma marca negativa no mercado.

Serpro: decisão do TST não resulta 'em condenação pecuniária ou prejuízo'

Estatal diz que a decisão proferida no Mandado de Segurança, julgado pelo Tribunal, discutia apenas "a legalidade da determinação de penhora de créditos para garantia do juízo".

eSocial: Receita faz advertência às empresas do grupo fora do Simples

Fisco adverte aos empregadores do grupo 2, aqueles com faturamento entre R4 4,8 milhões e R$ 78 milhões, sem serem optantes do Simples, para o cumprimento da quata fase: a substituição da GFIP para recolhimento de Contribuições Previdenciárias referente a competência de abril/2019

General assume diretoria de operações do Serpro

Antonino dos Santos Guerra, veterano no comando de áreas relacionadas às tecnologias de informação e comunicações. Ele substitui Iran Martins Porto Junior, que vai para a diretoria de desenvolvimento.

eSocial: falhas estruturais da base do governo preocupam, adverte a FENACON

Falha na rede do Serpro - que determinou um atraso na entrega da documentação por parte das empresas - não foi provocada por alta demanda, mas por instabilidade que atingiu outras aplicações do governo. "O movimento é extremamente maior do que tudo que já vimos", adverte o presidente da entidade das empresas contábeis, Sérgio Approbato Junior.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G