GESTÃO

Tributar sobre o faturamento reduz o medo de empregar em TI no Brasil

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 10/04/2017 ... Convergência Digital

As empresas de TI querem que a tributação de software e serviços aconteça sobre o faturamento e não pela folha de pagamento, sustenta o presidente da BRQ, Benjamim Quadros. Segundo ele, tributar sobre o faturamento reduz o medo de empregar em TI no Brasil. "Faz muito sentido pedir isso. Se tributar pela folha vai se gerar o incentivo para a informalidade, inclusive, nas pequenas e médias empresas", afirma.

Já a tributação pelo faturamento permite a isonomia entre o software nacional e o software internacional, além de assegurar o investimento das empresas em capital humano, acrescenta Quadros. As empresas de TI querem que o governo reinclua  software e serviços de TI na desoneração da folha de pagamento. Assistam ao posicionamento do presidente da BRQ, Benjamim Quadros.


eSocial e as mudanças nas obrigações trabalhistas

A Fenacon preparou um documento relatando as obrigações que serão extintas com a entrada em vigor do novo regime.

Anatel vai cortar serviços de TI e parte do call center por falta de dinheiro

Agência reclama do corte de um terço do orçamento de custeio e investimentos previsto para este ano. “Impossível trabalhar com esses limites”, reclamou o presidente Juarez Quadros.

Sem consenso, Congresso adia indicações para Conselho de Comunicação Social

Eunício Oliveira indicou diretor da Claro para uma das vagas da sociedade civil. Oposição ameaçou pedir voto nominal e sessão foi derrubada por falta de quórum.

Telebras: Conselho de Administração aprovou diretriz sem saber que era fraude

Ex-presidente da Telebras, Caio Bonilha, levou ao Conselho de Administração documento falso, com assinatura forjada do antecessor Rogério Santanna para impedir reajuste de gratificação de funcionários. Prejuízo causado aos trabalhadores pode chegar a R$ 13 milhões.

Corporações estão saltando as tecnologias para suprir a demanda de TI

A renovação do parque de TI - suspensa nos últimos três anos - se faz obrigatória e aponta para uma retomada dos negócios em 2017 na América Latina, sustentam Diego Majdalani, presidente para América Latina da Dell EMC Commercial, e Octavio Osorio, vice presidente para AL da Dell EMC Enterprises.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G