Home - Convergência Digital

Qualcomm reage à Apple e acusa rival de falsas declarações

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 11/04/2017

A Qualcomm rebateu as acusações feitas pela Apple em janeiro em um processo nos Estados Unidos, afirmando que a fabricante de iPhones quebrou acordos com a empresa e encorajou por meio de declarações falsas ataques de autoridades regulatórias sobre seus negócios em várias partes do mundo.

A Apple abriu processo acusando a Qualcomm de cobrar em excesso por chips e por ter se recusado a conceder descontos de cerca de 1 bilhão de dólares previamente acordados. O processo foi iniciado dias depois que o governo norte-americano acusou a Qualcomm por recorrer a táticas anticompetitivas para manter um monopólio sobre os principais chips usados em celulares. De acordo com a Qualcomm, a Apple encorajou, com falsas declarações, ataques de autoridades regulatórias em várias partes do mundo.

"A empresa (Apple) lançou um ataque global contra a Qualcomm e tenta usar seu enorme poder de mercado para forçar termos de licença injustos e irracionais da Qualcomm", disse a fabricante de chips em declaração. A Qualcomm também disse que a Apple a ameaçou na tentativa de se prevenir de comparações públicas sobre o desempenho superior de iPhones com os componentes da Qualcomm e as diferenças de resultado entre iPhones equipados com modems Qualcomm e aqueles que usam modems de fornecedores concorrentes.

Em resposta à declaração da fabricante de chips, a Apple disse que reitera os comentários feitos em janeiro, dizendo que a Qualcomm supervalorizou direitos autorais e que os ganhos das tecnologias Apple não estão relacionados às patentes da Qualcomm. A Apple também apresentou em janeiro um processo contra a Qualcomm em Pequim, alegando que a fornecedora de chips abusou de sua influência na indústria de chips e cobrou 1 bilhão de iuans (145,32 milhões de dólares) em reparação de prejuízos, segundo o Tribunal de Propriedade Intelectual de Pequim.

*Com informações da Agência Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/10/2018
Qualcomm quer US$ 7 bilhões da Apple em royalties atrasados

25/09/2018
Qualcomm acusa Apple de roubar segredos para a Intel

21/09/2018
Novos iPhones já dispensam componentes da Qualcomm

19/09/2018
BRPhotonics: sem dinheiro, morreu o sonho de fazer chip no Brasil

19/09/2018
Fabricante denuncia falta de transparência na venda dos ativos de joint-venture do CPqD

25/06/2018
SMART investe R$ 700 milhões para aumentar fabricação local de componentes

13/03/2018
5G é argumento para Trump vetar compra da Qualcomm pela Broadcom

12/03/2018
Broadcom vai se mudar para os EUA para comprar a Qualcomm. Intel entra na disputa

09/03/2018
Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

22/02/2018
BRPhotonics fecha as portas e desmorona sonho nacional de indústria de componentes

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site