Home - Convergência Digital

Qualcomm reage à Apple e acusa rival de falsas declarações

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 11/04/2017

A Qualcomm rebateu as acusações feitas pela Apple em janeiro em um processo nos Estados Unidos, afirmando que a fabricante de iPhones quebrou acordos com a empresa e encorajou por meio de declarações falsas ataques de autoridades regulatórias sobre seus negócios em várias partes do mundo.

A Apple abriu processo acusando a Qualcomm de cobrar em excesso por chips e por ter se recusado a conceder descontos de cerca de 1 bilhão de dólares previamente acordados. O processo foi iniciado dias depois que o governo norte-americano acusou a Qualcomm por recorrer a táticas anticompetitivas para manter um monopólio sobre os principais chips usados em celulares. De acordo com a Qualcomm, a Apple encorajou, com falsas declarações, ataques de autoridades regulatórias em várias partes do mundo.

"A empresa (Apple) lançou um ataque global contra a Qualcomm e tenta usar seu enorme poder de mercado para forçar termos de licença injustos e irracionais da Qualcomm", disse a fabricante de chips em declaração. A Qualcomm também disse que a Apple a ameaçou na tentativa de se prevenir de comparações públicas sobre o desempenho superior de iPhones com os componentes da Qualcomm e as diferenças de resultado entre iPhones equipados com modems Qualcomm e aqueles que usam modems de fornecedores concorrentes.

Em resposta à declaração da fabricante de chips, a Apple disse que reitera os comentários feitos em janeiro, dizendo que a Qualcomm supervalorizou direitos autorais e que os ganhos das tecnologias Apple não estão relacionados às patentes da Qualcomm. A Apple também apresentou em janeiro um processo contra a Qualcomm em Pequim, alegando que a fornecedora de chips abusou de sua influência na indústria de chips e cobrou 1 bilhão de iuans (145,32 milhões de dólares) em reparação de prejuízos, segundo o Tribunal de Propriedade Intelectual de Pequim.

*Com informações da Agência Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/06/2018
SMART investe R$ 700 milhões para aumentar fabricação local de componentes

13/03/2018
5G é argumento para Trump vetar compra da Qualcomm pela Broadcom

12/03/2018
Broadcom vai se mudar para os EUA para comprar a Qualcomm. Intel entra na disputa

09/03/2018
Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

22/02/2018
BRPhotonics fecha as portas e desmorona sonho nacional de indústria de componentes

25/10/2017
Déficit de eletrônicos cresce 20% e chega a US$ 17,4 bilhões até setembro

11/04/2017
Qualcomm reage à Apple e acusa rival de falsas declarações

10/04/2017
Foxconn oferece até R$ 85 bilhões para ficar com Toshiba

01/08/2016
BrPhotonics se capitaliza para ficar no seleto grupo produtor de chips ópticos

21/08/2015
Brasil entra no seleto time produtor de chip para comunicação óptica

Destaques
Destaques

4G já alcança metade dos celulares no Brasil

No fim do primeiro semestre de 2018, país contava com 118 milhões de chips de quarta geração.

Banda larga móvel: América Latina cobra até três vezes mais pelo espectro

"Políticas de espectro que aumentam os preços e concentram-se em ganhos de curto prazo são incompatíveis com a economia digital", adverte o diretor da GSMA, Sebastián Cabello.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site