Home - Convergência Digital

Sem originalidade e novos serviços, MVNOs não deslancham

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 17/04/2017

O mercado de telefonia móvel está estagnado, com os prestadores de serviços oferecendo os mesmos produtos e as operadoras virtuais, as MVNOs, só vão chegar para ficar se tiverem coragem de serem originais e diferentes,pontua o presidente da Hansen Technologies na América Latina, Giovani Henrique.

Em entrevista ao portal Convergência Digital, o executivo diz que a entrada dos Correios no mercado de MVNOs dará, sim, um impulso ao mercdo. "Eles estão presentes em todo o país e têm um público C,D e E que mais do que nunca precisa de flexibilidade e preço. O Brasil é muito mais do que São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte", afirma.

A Hansen Technologies quer avançar no mercado brasileiro, especialmente, com sistemas de BI e CRM. Segundo dados da empresa, a transformação digital exigirá mudanças relevantes na área de telefonia móvel e elas vão ocorrer nas nas áreas de BSS (sigla em inglês de sistemas de suporte ao negócio). Nos próximos 18 meses mais de 40% das operadoras planejam substituir parte dos BSS/OSS (sigla em inglês de sistemas de suporte às operações). "É aqui que queremos usar o nosso conhecimento de multinacional para abrirmos frente no Brasil", diz.

Giovani Henrique insiste. As operadoras têm de ser mais abertas e ágeis no atendimento ao clinete. O nome do jogo é obter a atenção do usuário e fazer essa 'atenção' ser mononetizada. "O consumo de conteúdo digital mudou. Sem serviços inovadores vai tudo ficar o mais do mesmo. E guerra de preços não funciona mais para dar receita", sinaliza o executivo.

Um outro mercado em atenção da Hansen Technologies é o de smart grid, mas esse de forma mais distante, uma vez que a maior parte das ações ainda é para constatar fraudes residenciais. "O smart grid vai muito além disso", completa Giovanni Henrique. A previsão da Hansen Technologies é fechar pelo menos o primeiro contrato no Brasil ainda em 2017 na área de CRM e BI para MVNOs e MVNEs.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/04/2019
Governo de MG aumenta participação na Datora e injeta mais R$ 47 milhões

29/03/2019
Brasil ganha nova operadora dedicada à Internet das Coisas

03/10/2018
Acerto TIM/Porto Seguro Conecta garante serviços para 736 mil clientes

03/10/2018
Usuários da MVNO Porto Seguro vão escolher se ficam ou não com a TIM

06/07/2018
Grupo financeiro contrata Claro e entra no mercado de MVNO

09/03/2018
Em um ano, Correios Celular vende 100 mil chips

12/09/2017
IoT: Vodafone/Datora questiona Vecto Mobile que rebate rival

21/06/2017
Celular dos Correios chega a 4 capitais e 21 mil chips vendidos

17/04/2017
Sem originalidade e novos serviços, MVNOs não deslancham

06/03/2017
MVNO dos Correios chega com zero rating para o WhatsApp e apps do governo

Destaques
Destaques

Escassez de talentos e complexidade travam projetos de Internet das Coisas

Estudo global mostra ainda que quase 30% das provas de conceito falham por conta de implementação cara e da falta de profissionais capacitados. A segurança segue sendo desafiadora.

TIM supera rivais em disponibilidade e latência 4G. Claro lidera em velocidade de download

Relatório da OpenSignal mostra que a disponibilidade do sinal 4G melhorou no Brasil com o uso da faixa de 700 Mhz.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site