Home - Convergência Digital

Empresas brasileiras investem em certificação CMMI

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/04/2017

Por mais competitividade, as companhias nacionais investem na certificação, em especial, no CMMI (Capability Maturity Model Integration ou Modelo de Maturidade em Capacitação e Integração, em português) que um modelo de melhores práticas para a maturidade de diferentes áreas de tecnologia, como Engenharia de Sistemas, Engenharia de Software, Desenvolvimento de Processo e Produtos, entre outros.

A Extreme Digital Solutions (EDS), companhia de consultoria e outsoursing em TI, implantou o projeto CMMI DEV ML3 (Certificação CMMI de Desenvolvimento nível 3) com a Crest Consulting. “Iniciamos o projeto em julho de 2015 com treinamento e planejamento estruturado para o escopo do CMMI Dev ML2 e posteriormente CMMI Dev ML3, porém como solicitado pela alta direção, a estratégia mudou para implantar diretamente CMMI Dev ML3”, diz Fabio Machado, sócio da EDS.

O executivo explica que a longa implantação acontece por ser um processo de maturidade. Os principais objetivos atingidos foram aumentar a competitividade da empresa, ter diferencial no cenário nacional e internacional, garantir o crescimento organizado da empresa, aumentar o leque de ofertas com novas parceiras e alcançar novos clientes.

Com foco um pouco diferente, a CINQ Technologies finalizou também o 3º Ciclo de CMMI Desenvolvimento em seis projetos de clientes no Brasil e no exterior. Entre as vantagens já sentidas estão “melhoria da eficiência operacional de equipes de projeto, com maior agilidade, inovação, produtividade e uma melhor percepção por parte dos clientes principalmente no que se refere ao nível de qualidade e aos prazos dos projetos”, pontua Aldir Oliveira Brandão Junior, diretor da área de Software Delivery Organization da CINQ.

Os projetos tiveram algumas dificuldades em seu desenvolvimento. Enquanto a CINQ teve dúvidas sobre a convivência do Agile Scrum com o CMMI, a EDS revelou barreiras externas. “Ao longo do projeto tivemos mudanças de grande impacto no mercado nacional e especialmente no cenário do Estado do Rio de Janeiro com a déficit das contas públicas do Governo, até então nosso maior cliente”, frisa Machado.

O diretor da CINQ termina pontuando algumas das recomendações necessárias para que um projeto seja bem sucedido. “Aceitar que para a empresa manter o nível 3 do CMMI, a disciplina por parte dos líderes e envolvidos é essencial. Além disso, é necessário ter o envolvimento de todo o time de projetos, incluindo a participação direta dos diretores da empresa e o cumprimento do modelo em todos os projetos. É necessário utilizar times multidisciplinares na definição dos processos e defini-los de forma descomplicada”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/05/2018
Infraero capacita mais de 1700 empregados com curso sob medida

23/03/2018
Mulheres de TI dizem que oportunidades de crescimento são ruins ou péssimas

08/03/2018
Organização capacita, de graça, aluno para estudar no exterior

07/03/2018
Mulher estuda mais, trabalha mais e ganha menos do que o homem

06/03/2018
Instituto abre vagas para bolsas de estudo em Segurança da Informação

05/03/2018
Vagas em TI têm saldo negativo no 2º semestre de 2017

27/02/2018
Carência de talentos digitais só aumenta na cibersegurança

19/02/2018
Faltam habilidades técnicas ao profissional de software para DevSecOps

06/02/2018
Os 10 cargos em alta na TI para 2018

29/01/2018
Empresa oferece 1000 vagas em cursos gratuitos de TI

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site