Home - Convergência Digital

Trabalhadores de TI de São Paulo negociam com empresas rito para greve geral do dia 28

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 20/04/2017

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira, 19/04, os trabalhadores de Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo aprovaram, por unanimidade, a adesão à greve geral nacional marcada para o dia 28 de abril, com o intuito de defender as conquistas e os direitos dos trabalhadores, ameaçados pelas reformas da Previdência, trabalhista e pela terceirização irrestrita.

Como forma de garantir a participação, o Sindpd SP vai comunicar todas as empresas da base sobre o estabelecimento do rito de greve, abrindo negociação para estabelecer as cotas que, em alguns casos, sejam necessárias para manter serviços essenciais. Os profissionais de TI também referendaram uma série de moções de repúdio às reformas da Previdência e trabalhista, contra a terceirização indiscriminada, a extinção da Justiça do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho, bem como contra a reoneração da folha de pagamento do setor de TI.

"Temos que repudiar com todas as forças tudo aquilo que suprime conquistas e fere os direitos dos trabalhadores. Para isso devemos nos organizar para fazer o enfrentamento", sustentou o presidente do Sindpd/SP, Antonio Neto. "Precisamos assumir de uma vez por todas a responsabilidade de dizer não ao Congresso Nacional, não à reforma trabalhista, não à reforma previdenciária e não à reforma política que eles estão trazendo. Acima de tudo, precisamos mostrar que queremos um Brasil com mais emprego, mais desenvolvimento", completou o sindicalista.

Participaram da assembleia trabalhadores de diversas empresas do setor, incluindo Cobra Tecnologia, TecBan, Prodesp, Prodam, Dataprev, Serpro, Unisys, ADP, Atos, Sonda, HP, Governança Brasil, Fidelity, Infomídia, WebCenter, entre outras.

*Com informações do Sindpd/SP

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/10/2017
Orçamento mais baixo da história é catastrófico para Ciência e Tecnologia

11/10/2017
Governo segue sem consenso sobre a MP complementar à Lei Trabalhista

06/10/2017
SINDPD/SP: Nova Lei trabalhista não 'matou' sindicatos nem a CLT

04/10/2017
MCTIC troca Sepin e Telebras elege novo presidente

02/10/2017
Temer defende reformas, mas se omite sobre a Lei de Telecom

29/09/2017
Kassab assina ida de Martinhão para Telebras

22/09/2017
Lei trabalhista: terceirização da mão de obra segue como prática ilícita

05/09/2017
MCTIC precisa de R$ 2 bi para fechar ano e fala em 'pressão saudável' por recursos

05/09/2017
Convenção Coletiva de TI está acima da Reforma Trabalhista

04/09/2017
Reforma trabalhista altera negociação do banco de horas

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Profissional do futuro é um análogo do canivete suíço

Esse especialista terá de reunir capacidades polivalentes, diz o consultor Marcos Semola. O especialista também decreta: O RH que pensa na caixinha está morto.

Reforma trabalhista: Não haverá contrato novo ou velho

“Se não, muitos empresários poderiam dispensar os trabalhadores da ‘lei velha’ e contratar outros com contrato novo, pela ‘lei nova’. Para não haver esse perigo, a lei aplica-se a todos os contratos em vigor no Brasil”, explica o Juiz do Trabalho, Marlos Melek.

BI, big data e cientista de dados: salários entre R$ 12 mil a R$ 30 mil no Brasil

Pesquisa revela que corporações brasileiras buscam especialistas nessas áreas para conduzir seus negócios.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site