INOVAÇÃO

CESAR abre inscrições para atrair startups

Da redação ... 24/04/2017 ... Convergência Digital

O CESAR, instituto de inovação localizado no Porto Digital, no Recife, está com chamada aberta para startups interessadas no seu programa de aceleração, o CESAR.LABS. A iniciativa é voltada para startups de setores como saúde, serviços financeiros, água, energias sustentáveis, entre outros, e as inscrições poderão ser realizadas até o dia o 2 de junho.

Com a duração de 9 meses, o programa de aceleração é executado pela equipe de empreendedorismo da instituição, além de contar com consultorias das equipes de negócios e engenharia que atuam no CESAR. São mais de 400 profissionais com conhecimentos em áreas de tecnologia como IoT, robótica, desenvolvimento de software, testes, segurança, Design Thinking e UX, bem como nas áreas de vendas, canais e marketing - todas essas competências podem ser acessadas pelas startups aceleradas no programa.

Outro diferencial desta chamada é que as startups irão atuar junto às empresas que fazem parte do Corporate Partners, programa criado pelo CESAR.LABS para aproximar startups e empresas maduras, que trazem, além de capital, acesso a rede de relacionamentos, clientes potencias e conhecimentos específicos de determinadas verticais de mercado.

“Já aceleramos oito startups, sendo quatro delas de hardware e quatro de software. Três delas estão indo muito bem, já tendo, inclusive, recebido novas rodadas de investimento. Uma das startups passou de faturamento zero ao seu ponto de equilíbrio em menos de 6 meses, com previsão de faturamento de R$ 5 milhões em 2017, seu terceiro ano de vida”, contou Filipe Pessoa, Executivo Chefe de Empreendedorismo do CESAR.

O programa, que poderá também ser executado remotamente, investe até R$ 200 mil por startup, sendo que metade dos recursos em serviços de valor agregado para o desenvolvimento das startups e a outra parte em capital financeiro.

Startups poderão atuar em diferentes áreas

Serão selecionadas até 8 startups para aceleração, preferencialmente, alinhadas com as áreas de interesse dos parceiros corporativos do CESAR.LABS. Um deles é a PROCENGE, empresa de tecnologia da informação, com 45 anos de mercado e especializada em soluções de gestão integradas, abrangendo desenvolvimento, implantação, consultoria e treinamento.  As startups selecionadas para receber investimento deste parceiro deverão atuar nas áreas Saúde Suplementar, Gás Natural, Saneamento.

Outro parceiro do programa é a Neurotech, pioneira no Brasil no desenvolvimento de soluções de inteligência artificial para todo o ciclo de decisão em operações de crédito, cobrança, risco e fraude, sempre conectando dados com inteligência por um futuro mais previsível. Aqui, o foco será em startups que atuem em Advertising Tech e Fintech.

O terceiro parceiro corporativo é a URJA SOCIAL, um grupo de empreendimentos sociais que une tecnologia da informação, logística e bem-estar. Neste caso, as selecionadas deverão atuar nos segmentos de Águas e Energias Sustentáveis. É importante destacar que startups que atuam em outras verticais também podem ser contempladas, já que o CESAR.LABS conta com uma rede de investidores-anjo dispostos a investir em boas oportunidades independentemente do setor de atuação. As inscrições poderão ser realizadas por aqui: http://www.cesarlabs.com/. Os interessados têm até o dia 2 de junho para se escreverem no programa.


Cloud Computing
Ministério do Trabalho investe em big data para detectar fraudes

Pasta planeja investir, ainda este ano, R$ 8,5 milhões na aquisição de tecnologia para criar um sistema de informações on-line para a Secretaria de Inspeção do Trabalho. O objetivo é integrar a malha com os sistemas do Serpro e da Caixa.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Paraná adota Governança de TIC para ser referência em inovação

O coordenador de Ciência e Tecnologia do governo do Paraná, Evandro Mazotto, admite que não existe inovação sem incentivo fiscal e que é hora de consolidar parcerias com empresas privadas.

À espera da regulamentação, Marco Legal de Ciência e Tecnologia esbarra na agenda política

Há 18 meses, a nova legislação aguarda uma posição governamental e faltam recursos para a pesquisa no País.

Criptomoedas triplicam em um ano e são usadas por 5 milhões no mundo

Estudo da Universidade de Cambridge identificou 144 organizações em 38 países envolvidas com essa nova tecnologia. E estimou que o mercado chegou a abril de 2017 com valor equivalente a R$ 90 bilhões. 

Brasil não avança e fica em 69º lugar no ranking Global de Inovação

País fica atrás de diversos vizinhos da América Latina, entre eles, o Chile, em 46º, México, 58º e Colômbia, 65º. Países como Índia, Quênia e Vietnã ganham destaque e aparecem como 'conquistadores da inovação'.

TOTVS lança Carol, plataforma de inteligência artificial para a nova era da TI

Empresa projeta IA para ampliar a velocidade de tomada de decisões dos clientes. Cientistas de dados são a alma da plataforma,salienta o diretor executivo da TOTVS Labs, Vicente Goetten.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G