TELECOM

Claro vira 'atacante' para ultrapassar Vivo e TIM

Ana Paula Lobo e Luiz Queiroz ... 25/04/2017 ... Convergência Digital

A Claro fez nesta terça-feira, 25/04, uma apresentação do que será estendido a todo o país com a liberação da faixa de 700 MHz, hoje com a televisão aberta, para uso nos smartphones. Ao combinar frequências em 700MHz, 1,8 GHz e 2,5 GHz, a operadora promete velocidades de download de 200 Mbps ou mais. Além disso, é a primeira das grandes móveis do país a lançar planos com tarifa flat, ou seja, sem nenhuma cobrança mais por chamadas de voz nacionais. 

É um movimento em direção aos clientes de maior poder aquisitivo – e especialmente ao mercado pós-pago (os planos flat começam e R$ 119) e segundo o novo presidente da operadora móvel, Paulo Cesar Teixeira, é o primeiro passo em busca de uma disputa para valer para bater a TIM e a Vivo. 

“Vamos assumir uma posição de sermos mais incisivos em cada mercado, com ênfase muito forte na rede, aspectos de qualidade que estão sendo revistos, mas claramente seremos operadora com a melhor proposta de valor do mercado. Lançamos um plano que transforma algo que era um dogma no mercado, acabando com efeito clube, indo para o ilimitado. E vamos trazer outros passos na sequência nesse rumo da liderança”, afirmou o executivo. 

Como explica o diretor de marketing da empresa, parte dessa aposta está na oferta de conteúdo nos smartphones. “Estamos falando de vídeo, música, games, o que as pessoas quiserem na tela do celular. O 4G vai ficar mais rápido ainda com a frequência de 700 MHz. Estamos conseguindo velocidades de 200 Mbps e com smartphones mais novos pode ir mais longe”, disse. 

Teixeira, que ficou quase uma década à frente da Vivo, afirma porém que a empresa não vai deixar de lado o segmento pré-pago. Um novo plano também lançado agora de R$ 9,99 por semana, prevê 1 GB de navegação e 100 minutos para falar com qualquer operadora. 

“Estamos dando foco em todos os segmentos, no pré-pago inclusive, que também está contemplado. Vamos atacar todos os segmentos e temos um diferencial de conteúdo, com toda a força do grupo, com a questão do vídeo. Vamos apostar nessa diferenciação”, completou o presidente da operadora móvel. 

Como lembrou ainda o diretor de marketing, apesar da tecnologia que permite ultra velocidades, a banda larga móvel não está “universalizada”. “Não tem penetração de 100% de smartphone no mercado, e tem muito smartphone que está no mercado e não navega na internet. Então a voz está longe de morrer. As pessoas querem falar, estar próximas, matar a saudade. O que não querem é ter conta que estoura, ter limite, ter que adivinhar qual a operadora do outro lado, e isso está acabando agora.” Assistam a entrevista exclusiva da CDTV, do portal Convergência Digital, com o presidente da Claro, Paulo Cesar Teixeira, e com o VP de Marketing, Márcio Carvalho.

*Colaborou Luis Osvaldo Grossmann


Internet Móvel 3G 4G
Algar Telecom é a primeira tele a lançar plano com dados ilimitados

O custo do plano é de R$ 99,00 por mês e exige, em contrapartida, uma fidelidade de 12 meses. O consumo dos dados pode acontecer dentro ou fora da área de cobertura da operadora.

Teles: bloqueio após o fim da franquia não afronta o Marco Civil da Internet

Em nota oficial, o SindiTelebrasil diz que a "A PROTESTE insiste em querer fazer prevalecer a sua interpretação equivocada sobre a legislação aplicável à Internet".

Oi desembolsa R$ 51 milhões para pagar cerca de 500 credores

Operadora pagou as credores que fizeram a escolha da opção de pagamento em fevereiro. "Este é mais um passo no cumprimento da recuperação judicial", afirma o presidente da companhia, Eurico Teles.

Fox obtém vitória na Justiça do Uruguai e tenta replicar no Brasil decisão contra pirataria

Segundo um relatório da NetNames, de 222 milhões de usuários da internet na América do Sul, 110 milhões acessam conteúdos piratas.

Anatel impõe ligação gratuita à Oi em orelhões em 12 estados

Anatel já adota a medida há seis anos, quando verificou que aproximadamente metade dos orelhões do país não funcionava.

Preterida pelas teles, faixa de 450 MHz está na mira do setor elétrico

Elétricas e Anatel discutem destinação desta e outras faixas em caráter primário para as empresas de utilities. “Precisamos de 10 MHz. E pelo menos seis fornecedores no Brasil têm equipamentos em 450 MHz e outras faixas”, diz Ronaldo Santarem, da UTC AL.

Celular já virou a primeira tela do consumidor na América Latina

Segundo estudo global da Ooyala, da Telstra, a proporção de vídeos assistidos em dispositivos móveis chegou a 60%, com larga preferência pelos smartphones, principalmente na região.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G