SEGURANÇA

Futebol faz mais de 2 milhões de pessoas caírem em golpe no WhatsApp

Convergência Digital* ... 02/05/2017 ... Convergência Digital

Os amantes de futebol devem ficar atentos: um novo modelo de ciberataque prometendo personalizar o WhatsApp com as cores dos mais populares clubes de futebol brasileiros é a nova armadilha de hackers para enganar os usuários. De acordo com a PSafe, empresa brasileira especializada em segurança e performance mobile, o golpe já afetou mais de dois milhões de pessoas.

Até o momento, a armadilha já afetou mais de 400 mil torcedores rubro-negros; 382 mil torcedores do palmeiras e 358 mil corintianos. Ao todo, torcedores de 15 clubes de diferentes estados brasileiros acabaram vítimas do ataque. O golpe consiste no recebimento de mensagens de contatos conhecidos, ou de algum grupo do WhatsApp, convidando o usuário a clicar no anúncio da promoção para poder personalizar a rede social com o tema de seu time de coração.

Ao clicar no link relacionado ao seu clube, a vítima é direcionada para uma página na qual deve compartilhar o suposto serviço para oito amigos ou dez grupos via WhatsApp e também é induzido a preencher seus dados em serviço de SMS pago para, só então, poder baixar o falso pacote de personalização. Com essa iniciativa, o cibercriminoso consegue disseminar com maior velocidade o seu golpe, atingindo um grande número de vítimas.

 O Gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni explica que o golpe utiliza duas paixões do brasileiro – o futebol e o WhatsApp – para se disseminar. "Ao explorar temas muito populares, como o esporte, e utilizar a velocidade de redes sociais, como o WhatsApp, os hackers conseguem gerar golpes de alto impacto. É preciso ficar atento ao receber este tipo de conteúdo suspeito de amigos e grupos do qual faz parte no WhatsApp", alerta.

Outra recomendação importante para os usuários de smartphone é contar sempre com um antivírus com a função 'antiphishing' instalada, que é a função que checa os links e endereços de websites para averiguar se é malicioso ou não.


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Light confirma ataque cibernético e cobrança de resgate em bitcoin

Custo do resgate solicitado teria chegado a R$ 37 milhões e não há informação se o montante foi pago ou não. Todo o incidente aconteceu na área de TI e não houve consequência na distribuição ao consumidor.

Microsoft faz megacorreção de vulnerabilidades de segurança

Companhia lançou correções para 129 vulnerabilidades, sendo 11 consideradas como críticas, que incluem o Office, SharePoint, Visual Studio e outros.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G