TELECOM

Oi troca cobre por FTTH em Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Ana Paula Lobo ... 05/05/2017 ... Convergência Digital

A Oi é a operadora detentora do maior legado de par metálico na última milha no Brasil. E a tele trabalha para migrar essa infraestrutura para a tecnologia FTTH (Fiber to the home), principalmente, no Rio de Janeiro, o estado mais crítico na qualidade da rede. O primeiro projeto já está operacional em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A proposta da tele é dar rentabilidade à telefonia fixa e agregar serviços de maior valor como o IPTV e a banda larga de alta velocidade para os clientes. "A rede é o coração de uma operadora e se é para tirar o cobre, o caminho é partir para a fibra óptica", justificou José Claudio Moreira Gonçalves, o Naval, diretor de Operações da Oi.

A modernização da rede de Duque de Caxias conta com mais de 500 quilômetros de cabos ópticos e deve contemplar mais de 350 mil habitantes, nos bairros que concentram maior número de moradores. Na primeira etapa do projeto, que está sendo lançada agora, os serviços de banda larga e de TV por assinatura passam a estar disponíveis em fibra.

Na segunda etapa, já prevista para o mês de julho, o serviço será aprimorado com a oferta do fixo também em fibra. A oferta inicial envolve serviços de banda larga - 50 MB- a partir de R$ 49,90 na aquisição com a TV por Assinatura e o telefone fixo.


 



 


Internet Móvel 3G 4G
Bradesco leva a BIA, sua inteligência artificial, para o celular

Há um ano sendo usada internamente, a solução, baseada no Watson, da IBM, e que, hoje, já responde cerca de 22 mil perguntas por dia, chega ao aplicativo para tirar as dúvidas dos correntistas.

Plano Nacional de Conectividade estimulará um novo regulamento de qualidade

Dos 54 indicadores usados no monitoramento da qualidade dos serviços, apenas 14 são baseados na percepção do usuário.

São Paulo e Rio de Janeiro lideram desativações na telefonia fixa

No mês de maio, a telefonia fixa registrou 41.293.287 de linhas em operação, 16.931.393 para as autorizadas e 24.361.894 para as concessionárias, revelam dados da Anatel. Em 12 meses, foram quase dois milhões de linhas desativadas

Anatel impõe pagamento de R$ 63,625 milhões à Hispamar para prorrogar licença satelital

A Hispamar, que no Brasil tem joint-venture com a Hispasat, terá de pagar a mais para estender a sua licença de operação até outubro de 2030. Valorização fica em torno de 120%.

Portabilidade: manter o número do celular é prioridade do brasileiro

Entre os meses de janeiro e junho deste ano, foram efetivadas 644 mil (25%) transferências de operadoras de telefonia para usuários de serviço fixo e 1,93 milhão (75%) para os do serviço móvel.

Pesquisa diz que 6,3% dos assinantes vão trocar TV paga por vídeo online

Outros 3,4% vão ficar somente com a TV aberta, conforme estudo feito no mercado brasileiro. Levantamento mostra que 67,3% assistesm filmes na banda larga, sendo que 36,2% o fazem pelo Netflix.

Para Cade, negócio AT&T/Time Warner é complexo e requer análise profunda

Nota técnica da Superintendência-geral lembra que "operação proposta pode resultar em uma estrutura verticalizada que, em tese, teria incentivos para práticas anticoncorrenciais".


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G