TELECOM

Dona da Nextel negocia com credores prazo para pagar as dívidas

Ana Paula Lobo* ... 10/05/2017 ... Convergência Digital

Ao divulgar os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2017 nesta quarta-feira, 10/05, a NII Holdings, controladora da Nextel Brasil, fez uma advertência ao mercado: o ano está ruim e há projeção de perdas em função da crise econômica e da evasão dos consumidores do iDEN, o trunking, além da forte concorrência na telefonia móvel. Empresa não descarta a possibilidade de não ter recursos para pagar suas dívidas, mas aposta em uma negociação favorável.

"Estamos fazendo um bom progresso trabalhando com nossos credores para obter vários anos de alívio de amortização do principal em nossos empréstimos", afirmou Dan Freiman, Chief Financial Officer da NII. "Nossas discussões em curso refletem um interesse comum em fazer as modificações necessárias para termos tempo de gerar um fluxo de caixa para o nosso negócio. Estamos otimistas de que vamos chegar a um acordo com nossos credores", acrescentou o executivo, em release oficial da NII Holdings. A dívida total da NII Holdings soma US$ 1,2 bilhão.

A companhia gastou US$ 118 milhões em dinheiro e investimentos, sendo que US$ 45 milhões do caixa foram usados para atividades operacionais (incluindo US $ 30 milhões para pagamento de juros e US $ 19 milhões pagos por taxas de licença de espectro anual). Para o trimestre, a NII Holdings gerou uma receita operacional consolidada de US$ 251 milhões e contabilizou uma perda operacional consolidada de US$ 80 milhões. No Brasil, o grupo América Móvil já descartou a possibilidade de comprar a operação da Nextel Brasil. Estariam na disputa - mas sem confirmação oficial - a TIM e a Vivo.

*Com informações de agências de notícias e da NII Holdings


Anteprojeto que muda Fust e Fistel chega ao MCTIC

Anatel encaminhou a proposta como sugestão de uso dos recursos e redução de taxas incidentes sobre a internet das coisas. Mas teles questionam contas.

Teles reduzem índice de queixas dos usuários. Pós-pago foi o mais reclamado

Reclamações contra os serviços de telefonia fixa, móvel, TV por assinatura e banda larga caíram 15,6% no primeiro semestre, de acordo com dados da Anatel. Mas com o impulso do 4G, o celular pós-pago, por conta da cobrança dos pacotes, foi o mais reclamado em junho.

Prejuízo acelera processo de venda da Nextel Brasil

Controladora da operadora, NII Holdings, amargou um prejuízo de US$ 20 milhões, ou R$ 80 milhões, no segundo trimestre. Rumores dão conta que TIM e Telefônica/Vivo disputariam o ativo.

Fundos americanos já concentram 26% da Oi

Depois do York e do Goldentree, operadora informou ao mercado que o fundo Solus ficou com 9,71% do capital. BDNES perdeu participação.

Oi chama ex-presidente da TIM para novo Conselho de Administração

Além dos atuais seis integrantes do conselho transitório, proposta traz mais cinco nomes ao novo conselho, entre eles Rodrigo Abreu, ex-TIM e, hoje, na Quod.

TIM não vai repassar ao cliente custo de contrato com WhatsApp Business

Operadora foi a primeira a fechar um acordo comercial para uso da ferramenta da OTT no Brasil e, neste momento, não vai cobrar dos clientes pelo uso do canal de relacionamento.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G