Convergência Digital - Home

Governo vai comprar PaaS em nuvem pública para órgãos federais

Convergência Digital
Luís Osvado Grossmann - 16/05/2017

O governo federal tem um novo termo de referência para a contratação de serviços de nuvem pública para os órgãos públicos. Entre as alterações, foi incluída além da tradicional infraestrutura como serviço, também plataforma como serviço. 

A secretaria de tecnologia da informação previa atender pelo menos 40 órgãos federais na primeira versão, publicada em março, e com custo estimado em R$ 16 milhões. No entanto, os quantitativos foram alterados – e mesmo a descrição dos serviços, antes elencada em 60 itens, agora estão concentradas em apenas três “serviços de computação em nuvem”, “suporte técnico” e “treinamento”. 

Como explica o termo, o objetivo da licitação será a “contratação de empresa especializada (integrador) para prestação de serviços de computação de multinuvem, sob demanda, incluindo desenvolvimento, manutenção e gestão de topologias de aplicações de nuvem e o fornecimento continuado de recursos de infraestrutura como serviço (IAAS) e plataforma como Serviço (PAAS), produzidos por dois provedores distintos”.

O documento exige um “ecossistema que provê no mínimo algumas características como: i) solução de virtualização; ii) sistemas de gerenciamento de controle de acesso e identidade; iii) soluções de hiperconvergência de recursos; iv) fábricas de sustentação de software; e v) central de atendimento ao usuário vi) Infraestrutura segura e rapidamente escalável”.

O novo termo de referência pode ser conferido e comentado pelo Participa.br, neste link. As sugestões também podem ser encaminhadas para o seguinte e-mail aquisicoes-detic@planejamento.gov.br.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.
3ª Semana da Inovação 2017
Investimentos mundiais em nuvens públicas vão chegar a US$ 266 bilhões em 2021

No Brasil, o mercado de computação cresce cerca de 50% e já representa R$ 2,25 bilhões.


Destaques
Destaques

Dataprev e Serpro vão prestar serviço pela nuvem pública

Objetivo é atender de forma unificada demandas distintas dos órgãos públicos. Empresas vão integrar orquestradores e planejam contratar serviços da Amazon, Google e Azure.

Mercado de computação em nuvem foi de R$ 2,25 bilhões no Brasil

Estudo da ABES mostra que o segmento registrou uma expansão de 47,4% em 2016, tendo como base os dois principais serviços - Software como Serviço (SaaS) e PaaS (plataforma como Serviço). O segmento de análise de dados faturou US$ 809 milhões



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Empresas de TI ou organizações dependentes dela?

Por Paulo de Godoy*

Considerada parte do ‘guarda-chuva’ da Inteligência Artificial, a Machine Learning vem crescendo e ganhando força à medida que o volume de dados explode.

Criando uma arquitetura analítica para o futuro

Por Stephen Rigo*

O custo de não ter a arquitetura analítica adequada é alto, já que esse fator pode gerar problemas de incompatibilidade, governança, segurança, falta de acordos de nível de serviço, escalabilidade e problemas de extensibilidade.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site