INOVAÇÃO

Banco Central quer regulamentar as fintechs de crédito

Convergência Digital* ... 17/05/2017 ... Convergência Digital

O Banco Central estuda implementar uma regulação para fintechs de crédito, com objetivo de dar maior flexibilidade e adequação às empresas tecnológicas de serviços financeiros, disse à Reuters o diretor de regulação, Otavio Damaso.

"A regulamentação (das fintechs) vem para dar um contorno jurídico para vários formatos de relacionamento ou de operação dessas empresas, ora se associando (a bancos), ora trabalhando independente, cada uma vai escolher qual é o melhor modelo que se adequa ao seu negócio", afirmou o executivo. "Se a gente chegar à conclusão que tem que avançar é pra esse ano", completou.

O papel principal do BC é monitorar essa evolução para não inibi-la, disse o diretor, ressaltando por outro lado que a autoridade monetária está apta a promover alterações legais e regulatórias quando identifica benefícios para a sociedade para incentivar e para acelerar o processo de inovação.

A Autoridade Monetária tem dado especial atenção para as fintechs de crédito, que vêm crescendo no país com oferta de diferenciais que incluem isenção de tarifas, juros mais baixos e serviços de nicho."Eu acredito que há sempre espaço para expansão das fintechs de crédito e a regulação vem um pouco nessa linha, de a gente criar uma avenida para desenvolvimento com total segurança jurídica", disse Damaso.

Em apenas dois anos, o número das fintechs passou de poucas dezenas para cerca de 250, divulgou a consultoria Fintechlab em fevereiro. As fintechs de crédito criaram no fim do ano passado uma entidade do setor, a Associação Brasileira de Crédito Digital (ABDC).

Segundo o diretor, uma regulação abrangeria desde fintechs que se associam a bancos para a oferta de financiamentos, como as que originam e securitizam crédito com participação de investidores institucionais e as que fazem o chamado "peer to peer", unindo tomadores em busca de empréstimos a investidores dispostos a financiá-los, sem intermediação de bancos.


Cloud Computing
Nuvem pública do governo federal começa com apenas nove órgãos

Dos vinte órgãos que manifestarm interesse, apenas nove confirmaram e terão acesso à nuvem do governo federal, que tem pregão estimado para acontecer no quarto trimestre de 2018. A cotação de preços junto aos fornecedores já foi iniciada.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Prefeitura de São Paulo lança prêmio para fomento à inovação

Premia Sampa irá destacar ideias inovadoras para a gestão eficiente da cidade e boas práticas da administração municipal.

Robôs viram os novos fiscais do Governo

Rival do WhatsApp, gaúcha Rocket.chat interliga 150 mil servidores

Plataforma de mensageria corporativa contabiliza 10 milhões de usuários. Até final do ano, a empresa vai lançar uma solução para transações via chat.

Blockchain é a globalização para países como o Brasil

"Blockchain tem de ser pública e open source para abrir oportunidades", sustenta o empreendedor Henry Liu, que, hoje, vive em Austin, no Texas, mas já morou na China e no Japão.

camara-e.net contabiliza 78 insurtechs em atividade no Brasil

Crescimento no segmento ficou acima de 200% nos últimos 12 meses. Em 2017, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônica somava 25 insurtechs, que são as fintechs do mercado de seguros.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G