INTERNET

Reforma Política autoriza propaganda paga na Internet e telemarketing

Da redação ... 17/05/2017 ... Convergência Digital

As eleições do ano que vem poderão trazer uma novidade com relação à propaganda na Internet. A comissão especial que estuda a reforma política, manteve no texto a proposta do canditado, ou o partido, ou ainda a coligação, pagar pela inserção de anúncios de candidaturas na Internet, a partir de 1º der agosto do ano da eleição. Como o texto não traz excepcionalidades, tal propaganda eleitoral paga poderá ser veiculada inclusive nas redes sociais.

Na legislação eleitoral em vigor a Justiça Eleitoral autoriza a veocilação de propaganda na rede a partir de 16 de agosto, mas veda a publicidade paga por esse meio. Entretanto, o texto não fala sobre o "fake news", troca de acusações entre candidatos, denúncias anônimas, etc, nas redes sociais, o que poderá estar abrindo as portas para o caos na rede, embora a Justiça Eleiroral já tenha se manifestado em eventos anteriores desta natureza.

A única determinação da Comissão Especial da Reforma Política, é que a propaganda eleitoral paga na internet deverá obedecer ao limite de 5% do teto de gastos para o respectivo cargo e circunscrição eleitoral.

O texto também permite a propaganda eleitoral por telemarketing, com intervenção humana, desde que observado o intervalo das 9 horas às 20 horas, de segunda-feira a sábado, identificada a origem do contato e o motivo da ligação. Atualmente, a propaganda eleitoral via telemarketing é proibida em qualquer horário.

Financiamento

A nova regra determina que os apps, sítios da internet e técnicas e serviços de financiamento coletivo, deverão atender aos seguintes requisitos:

a) as doações devem ser recebidas exclusivamente por meio de cartões de débito, crédito e transferência bancária;

b) identificação obrigatória de cada um dos doadores (as) e das quantias doadas;

c) disponibilização em sítio eletrônico de lista com identificação dos doadores (as) e das respectivas quantias doadas, a ser atualizada  simultaneamente a cada nova doação;

d) emissão obrigatória de recibo eleitoral para cada doação realizada em nome do candidato, sob a responsabilidade da entidade arrecadadora;

e) ampla ciência a candidatos e eleitores acerca das taxas administrativas a serem cobradas pela realização do serviço.

O testo ainda terá que passar pelo plenário da Câmara.

Com informações da Agência Câmara.


ICANN: Acesso à Internet para além da elite exige um 'trabalho duro'

A missão de conectar o próximo 1,5 bilhão de pessoas exigirá conteúdos e idiomas mais locais, diz o presidente da ICANN, Göran Marby. Ele defendeu ainda o modelo multistakeholder adotado na América Latina e Caribe. "Vocês têm muito para ensinar ao mundo".

Europa multa Facebook em R$ 400 milhões por cruzar dados com Whatsapp

Para braço antitruste da União Europeia, rede social forneceu informações falsas quando comprou o aplicativo e negou o que viria a fazer dois anos depois.

OTTs entram em guerra e denunciam práticas desleais na Internet

De um lado, Spotify, Deezer e Rocket Internet. Do outro, Apple, Amazon, Google e Facebook. A disputa entre os OTTs incrementa e a Europa já estuda publicar uma lei para lidar com as queixas de práticas desleais na concorrência.

Safernet adverte que jogo Baleia Azul é notícia falsa

Entidade alerta para a disseminação de informações sensacionalistas sem evidências e para uma possível reação legislativa movida tão somente pelo pânico. Mas especialista insiste na mudança das regras.

WhatsApp omite a falha que deixou o serviço fora do ar

O serviço parou por mais de três horas no Brasil e em vários países do mundo. Controlada pelo Facebook, a OTT disse apenas que o 'problema foi solucionado' e pediu desculpas aos usuários. Teles brasileiras descartam qualquer indisponibilidade na infraestrutura nacional.

Revista Abranet 20 . março/maio 2017
Veja a Revista Abranet nº 20 Mudança na cobrança via boleto pode onerar empresas. Recomendação é negociar com bancos e procurar alternativas; Mudanças no ISS ampliam a incidência do imposto;
e muito mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G