TELECOM

Multas a serem "perdoadas" pela Anatel somam R$ 9,1 bilhões

Luiz Queiroz ... 18/05/2017 ... Convergência Digital

O parecer da secretaria responsável pela fiscalização do setor de Telecomunicações, do Tribunal de Contas da União (SeinfraCom), traz oficialmente o montante das multas (aplicadas e estimadas) que a Anatel estaria disposta a trocar com as empresas de telefonia, por investimentos em infraestrutura de rede, através dos Termos de Ajustamento de Conduta (TAC).

Segundo dados consolidados em dezembro de 2016 da SeinfraCom, em valores, esse montante das multas (aplicadas e estimadas) seria da ordem de R$ 9,1 bilhões, considerando 37 pedidos de celebração de TAC para inúmeros processos administrativos movidos pela agência.

De acordo com a parecer dos auditores, somente a Oi teria um montante estimado em multas a serem negociadas num TAC no total de R$ 4,6 bilhões. A Anatel já teria aplicado cerca de R$ 1,9 bilhão em multas contra a Oi. que podem ser convertidas em TAC. O total a ser "perdoado" em multas da Oi seria da ordem de R$ 6,5 bilhões.

O segundo colocado neste ranking levantado pelo TCU, a partir de informações cedidas pela própria Anatel, é a Telefonica, que no quadro apareceria com valores bastante desatualizados em relação ao parecer emitido pelos auditores do TCU. No ranking, a Telefonica teria R$ 1,2 bilhão estimado em multas e R$ 560 milhões em multas aplicadas, perfazendo um total de R$ 1,7 bilhão.

Entretanto os dados da Telefonica estão desatualizados, pois a Anatel entregou as informações em agosto de 2016. Tanto que ontem, ao vazar o parecer da SeinfraCom, os auditores do TCU já teriam atualizado esses valores para algo em torno de R$ 2,8 nilhões.

Porém, há um questionamento que ainda não foi esclarecido nem da parte da Anatel, tampouco pelo TCU. Esse montante negociado para a realização do TAC com a Telefonica, de R$ 2,8 bilhões, levaria a empresa a ter de investir em infraestrutura um valor bem superior ao que teria de pagar em multas: R$ 4,8 bilhões, somente com a montagem de novas redes de fibras opticas. Por que seria um bom negócio para a Telefonica pagar R$ 2,8 bilhões, ao invés de ser obrigada a gastar R$ 4,8 bilhões?

O vazamento criou um mal estar dentro da Anatel, que entende que o TCU, além de esvaziar a competência para gerir o setor da agência reguladora, permitiu que os nomes dos conselheiros supostamente envolvidos no processo fossem expostos perante a opinião pública, sem que o processo tenha passado pela instância final do tribunal, o plenário. Ainda não se tem notícias de como a Anatel pretende reagir contra o parecer dos auditores do TCU. Os fatos em Brasília acabam sendo atropelados pelo volume de notícias referentes à crise política instalada no país.


Internet Móvel 3G 4G
TSE lança atendimento virtual por mensagens diretas no Twitter

Canal vai oferecer informações como verificar a situação eleitoral, fazer o download no formato pdf ou imprimir o documento de quitação eleitoral e consultar o local de votação.

AmericaNet: Não faz sentido ter de construir rede por conta de direito de passagem

Inovação é a palavra-chave para a operadora competitiva competir no mercado de telecom, diz o vice-presidente da AmericaNet, José Luiz Pelosini. Ele lamenta que aspectos regulatórios inviabilizem a expansão dos negócios. "Compartilhamento ainda é um entrave".

Use Telecom: "Não conseguimos um real sequer do BNDES e da FINEP"

André Costa, CEO da operadora, com atuação na Bahia e no Sergipe, diz que o governo cobra muito e devolve pouco. Sobre o compartilhamento é taxativo: "O acordo entre a Anatel e Aneel pelos postes não é praticado em nenhum lugar do Brasil".

TIM abre laboratório para projeto de rede do Facebook na América Latina

Operadora será responsável pelo primeiro Telecom Infra Project Community Lab ("Laboratório Comunitário TIP") da região.

Faltam dinheiro e apoio para a construção de rede no Brasil

"Falta apoio dos órgãos públicos, falta financiamento acessível, falta vontade de fazer", diz Rui Gomes, CEO da UMtelecom, empresa que atua na Região Nordeste.

Juarez Quadros: "Estamos prontos para arbitrar disputas pelo compartilhamento"

O presidente da Anatel admite que para as operadoras competitivas há mais dificuldades para celebrar acordos com as concessionárias, mas diz que é preciso levar o embate para o órgão regulador.

Teles afirmam que bloqueio de celular em presídios é exigência inconstitucional

Em nota, o SindiTelebrasil adverte que o Supremo Tribunal Federal já decidiu sobre o tema em leis dos estados da Bahia, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina. Se o PL 3019/15 for aprovado no Senado, as operadoras terão de instalar, manter e gerenciar os sistemas.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G