Home - Convergência Digital

As 25 empresas dos sonhos dos brasileiros

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 19/05/2017

A rede social profissional LinkedIn divulgou nesta quinta-feira,,18/05, sua lista anual de Top Companies – as empresas onde seus usuários mais desejam trabalhar. Para o Brasil, a campeã de 2017 foi o Grupo Pão de Açúcar, seguido do UOL e da Bunge.

Para elaborar a lista, o LinkedIn analisa dados e comportamentos de seus mais de 500 milhões de usuários. “Nós estudamos bilhões de interações como essas para criar a lista LinkedIn Top Companies. Com este ranking, candidatos conseguem ter mais informações quando estão em busca de oportunidades e empresas entendem melhor como atrair e reter talentos”, afirma Dan Roth, editor-chefe do LinkedIn.

Oito empresas que entraram na lista brasileira deste ano estavam de fora no ano passado: UOL, Rede Globo, NetShoes, Deloitte, Porto Seguro, KPMG, Danone e Carrefour.  A surpresa do ranking é que empresas de nome em Tecnologia ficaram de fora da lista, entre elas, Google, Facebook, Apple, IBM, Amazon e Microsoft. Confira o ranking abaixo:

1. GPA

2. UOL

3. Bunge

4. Itaú Unibanco

5. Kroton

6. Klabin

7. TOTVS

8. LATAM Airlines

9. Raízen

10. ABInbev

11. Cielo

12. Natura

13. Rede Globo

14. B3

15. BRMALLS

16. Hypermarcas

17. Grupo Netshoes

18. Lojas Renner

19. Deloitte Brasil

20. Porto Seguro

21. Grupo Boticário

22. KPMG Brasil

23. Brasil Kirin

24. Danone

25. Carrefour

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Regras da reforma trabalhista vão ser incorporadas ao eSocial

Novo regime fiscal será obrigatório para grandes companhias a partir do início de 2018 e para todas as demais empresas do país a partir de julho próximo. Receita descarta adiamento.

Reforma trabalhista: Não haverá contrato novo ou velho

“Se não, muitos empresários poderiam dispensar os trabalhadores da ‘lei velha’ e contratar outros com contrato novo, pela ‘lei nova’. Para não haver esse perigo, a lei aplica-se a todos os contratos em vigor no Brasil”, explica o Juiz do Trabalho, Marlos Melek.

Reforma trabalhista entra em vigor em novembro no Brasil

O presidente Michel Temer sancionou a reforma Trabalhista, sem vetos, mas garante que enviará uma Medida Provisória para dar mais transparência a pontos como, por exemplo, se haverá ou não a exigência de um prazo de 18 meses para o traballhador terceirizado ser recontratado. Presidente do TST, Ives Gandra Filho, diz que lei traz 'segurança jurídica'.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site