TELECOM

"Não existe meia tecnologia. 4.5G não é um standard", posiciona o CTO da TIM Brasil

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 29/05/2017 ... Convergência Digital

A evolução do 4G está acontecendo e trará melhorias para as infraestruturas de telecomunicações, mas, não existe meia tecnologia, posiciona o CTO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, ele diz que, hoje, 4,5G é mais um posicionamento de marketing. "Não é um standard de tecnologia", sustenta.

Com mais de 60% do tráfego na rede da TIM já sendo proveniente da rede 4G, a operadora investe na evolução da infraestrutura. Capdeville elenca três transformações em curso: a primeira é o carrier agregation, que é a combinação de frequências distintas- 2,6GHz, 1.8 MHz e 700 Mhz.

"Estamos investindo em carrier agregation e vamos cada vez mais, mas o problema é que menos de 3% dos smartphones estão preparados para combinar as frequências", salienta. A segunda evolução é a modulação para 256 QAM. Hoje as teles trabalham com 64 QAM. A TIM está fazendo testes em São Paulo e Brasília e planeja ter 256 QAM em todos os sites até o final deste ano. A terceira etapa é o MIMO, que é a combinação de antenas tanto na rede como nos smartphones.

A questão é que, hoje, apenas um modelo de smartphone está preparado para o MIMO, e ainda assim, só o hardware. O software ainda não está disponível. "São evoluções que estão acontecendo e que trarão melhorias evidentes para a rede 4G, mas elas ainda estão longe da massificação", explica Capdeville.

Sobre o 5G, o CTO da TIM é taxativo: a rede não será voltada para a mobilidade. Ela virá para aplicações dedicadas, até em função da cobertura limitada. "Nas provas de conceitos, o 5G está sendo usado para substituir a rede fixa na última milha", diz. Nessa trajetória, preconiza, o 4G como se conhece deverá continuar como padrão de mobilidade para os próximos sete a 10 anos. Capdeville fala ainda sobre o futuro das redes 2G e 3G no Brasil. Assistam a entrevista com o CTO da TIM Brasil.


Recuperação judicial: Oi mantém proposta de parcelar dívida com Anatel em até 20 anos

Operadora também prevê negociação para a conversão de multas em investimentos (TACs). A agência reguladora é, hoje, a maior credora da tele com dívida, orçada pela Oi, em R$ 10 bilhões. E pela Anatel em R$ 13 bilhões. Nova versão do plano de recuperação judicial foi apresentada à Justiça. Assembleia de credores está marcada para o dia 23 de outubro.

STF devolve projeto da nova Lei de Telecom para o Senado

Confirmando a expectativa positiva dos presidentes das operadoras, o ministro Alexandre de Moraes, determinou ao Senado a análise dos recursos referentes ao projeto 79/16 e o submeta ao plenário da casa para votação.

Anatel volta a adiar decisões sobre destino da Oi

Análise de três processos sobre a situação econômica da operadora foi retirada da pauta do Conselho Diretor da agência. 

Desacertos entre acionistas e credores da Oi acendem sinal vermelho na Anatel

“A polaridade entre acionistas e parte dos credores extrapola o esperado e gera prejuízo ao desenvolvimento das negociações", adverte o conselheiro Leonardo de Morais.

CEO da Ericsson adota cautela com condenação da Lei de Informática na OMC

CEO global da fabricante, Börje Ekholm, ressaltou que o mundo caminha para o software e que a empresa irá produzir onde 'for mais produtivo e lucrativo'. Brasil está entre os 10 mercados principais da multinacional. Sobre o 5G, o CEO foi taxativo: operadoras não podem mais perder tempo.

Telecom sofre forte queda, mas ainda lidera receita do setor de serviços

Pesquisa Anual dos Serviços do IBGE, referente a 2015, mostra que Telecomunicações gerou uma receita de R$ 162 bilhões, mas caiu de 18,9% no ranking para 11,3%. Tecnologia da Informação também perdeu posição para outros segmentos.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G