NEGÓCIOS

Crianças dão um respiro para a indústria de tablets no Brasil

Da redação ... 01/06/2017 ... Convergência Digital

Após dois anos seguidos de quedas expressivas no primeiro trimestre, com 1,7 milhão (20% menos) de unidades comercializadas em 2015 e 836 mil (53% menos) em 2016, o mercado brasileiro de tablets atingiu a marca de 770 mil equipamentos vendidos no primeiro trimestre de 2017, queda de apenas 8% em relação ao mesmo período do ano passado e deve se estabilizar nos próximos meses. É o que aponta o estudo IDC Brazil Tablets Tracker, realizado pela IDC Brasil. Durante os meses de janeiro, fevereiro e março deste ano, a receita total do mercado foi de R$ 370 milhões, 28% a menos que no mesmo trimestre de 2016.

“Nos últimos dois anos, o mercado de tablets caiu principalmente por conta da alta do dólar, do crescimento dos smartphones com telas maiores e da saída de muitos fabricantes do país. No primeiro trimestre deste ano, notamos um mercado mais estabilizado, com empresas atendendo bem a demanda que existe no setor infantil, por exemplo. Por isso, a queda foi bem menor do que a dos anos anteriores”, avalia Wellington La Falce, analista de mercado da IDC Brasil.

Já a queda na receita se deve a um fato específico: os fabricantes adotaram uma nova estratégia para alavancar as vendas e diminuíram os valores dos produtos porque o primeiro trimestre costuma ser bem fraco para o segmento de tablets. “O tíquete médio dos tablets no primeiro trimestre de 2016 era de R$ 615 e, em 2017, passou para R$ 485”, exemplifica La Falce.

Para a IDC, ao longo do ano de 2017 devem ser comercializados 3,7 milhões de dispositivos, ou seja, 7% a menos do que em 2016. “A tendência é de que o mercado se estabilize e volte a apresentar números positivos no segundo semestre, com a chegada de datas importantes para o segmento como Dia das Crianças, Black Friday e Natal”, conclui La Falce.

 


Cloud Computing
Banestes investe na nuvem para vender serviços digitais em todo o Brasil

Banco público do Espírito Santo conduz uma transformação de sistemas para a oferta de novos produtos, mas o CIO, Silvio Grillo, diz que a mudança cultural é tão relevante quanto a tecnologia.

Com a transformação digital, bancos assumem o desafio de reter o cliente

Líderes dos principais bancos do País destacam IoT, computação cognitiva e blockchain como fundamentais para o futuro do setor.

Consultoria brasileira Yaman firma parceria com a Tricentis por transformação digital e DevOps

Acordo entre as empresas permtiirá acelerar a fase de testes de software com uso de robôs.

Em 10 anos, faturamento e empregos em TI no Brasil crescem mais de 70%

Como mostra um raio-X feito pela Softex, TI avança quatro vezes mais rápido que o PIB e pode agregar mais US$ 70 bilhões à riqueza nacional com o desenvolvimento de competências digitais.

Hi Platform comprou a SamChat e movimenta mercado de chatbots no Brasil

Com uma carteira de 900 clientes, empresa passa a contar no portfólio com companhias como Marabraz, Brascol, entre outras. O valor da transação não foi revelado. Hi Platform espera um faturamento de R$ 47 milhões em 2019.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G