GESTÃO

Anatel vai cortar serviços de TI e parte do call center por falta de dinheiro

Luís Osvaldo Grossmann ... 01/06/2017 ... Convergência Digital

A Anatel precisa de pelo menos R$ 23 milhões para fechar as contas de 2017. Segundo o presidente da agência, Juarez Quadros, o buraco representa um terço dos valores inicialmente previstos este ano para custeio e investimentos – sem incluir as despesas com salários de servidores. Sem dinheiro, a decisão foi de concentrar os cortes em serviços de tecnologia da informação. 

“A equipe técnica, a SAF [Superintendência de Administração e Finanças], tem feito trabalho de campo pela necessidade de recursos. Corte está em 33%, em torno de R$ 23 milhões, do custeio e investimento, sem incluir pessoal. Afeta a fiscalização de campo, às vezes falta caixa”, lamentou Quadros. 

A queixa já fora expressa abertamente ao Congresso Nacional ainda em abril, quando em audiência na Câmara o presidente da Anatel apontou para o cenário de severa restrição financeira. “É impossível trabalhar com esses limites de orçamento federal”, afirmou à época.

Segundo explicou, o jeito será cortar em sistemas eletrônicos e upgrades. “Tem impacto na área de investimento, que abrange principalmente a área de tecnologia da informação. O corte está praticamente todo está concentrado na área de TI. Sistemas que precisam ser desenvolvidos, upgrades, estão afetados. Alguma restrição à operação do call center haverá, não ao nível de desativar, porque seria apenas R$ 1 milhão desse total”, disse.


eSocial e as mudanças nas obrigações trabalhistas

A Fenacon preparou um documento relatando as obrigações que serão extintas com a entrada em vigor do novo regime.

Anatel vai cortar serviços de TI e parte do call center por falta de dinheiro

Agência reclama do corte de um terço do orçamento de custeio e investimentos previsto para este ano. “Impossível trabalhar com esses limites”, reclamou o presidente Juarez Quadros.

Sem consenso, Congresso adia indicações para Conselho de Comunicação Social

Eunício Oliveira indicou diretor da Claro para uma das vagas da sociedade civil. Oposição ameaçou pedir voto nominal e sessão foi derrubada por falta de quórum.

Telebras: Conselho de Administração aprovou diretriz sem saber que era fraude

Ex-presidente da Telebras, Caio Bonilha, levou ao Conselho de Administração documento falso, com assinatura forjada do antecessor Rogério Santanna para impedir reajuste de gratificação de funcionários. Prejuízo causado aos trabalhadores pode chegar a R$ 13 milhões.

Corporações estão saltando as tecnologias para suprir a demanda de TI

A renovação do parque de TI - suspensa nos últimos três anos - se faz obrigatória e aponta para uma retomada dos negócios em 2017 na América Latina, sustentam Diego Majdalani, presidente para América Latina da Dell EMC Commercial, e Octavio Osorio, vice presidente para AL da Dell EMC Enterprises.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G