GESTÃO

Anatel vai cortar serviços de TI e parte do call center por falta de dinheiro

Luís Osvaldo Grossmann ... 01/06/2017 ... Convergência Digital

A Anatel precisa de pelo menos R$ 23 milhões para fechar as contas de 2017. Segundo o presidente da agência, Juarez Quadros, o buraco representa um terço dos valores inicialmente previstos este ano para custeio e investimentos – sem incluir as despesas com salários de servidores. Sem dinheiro, a decisão foi de concentrar os cortes em serviços de tecnologia da informação. 

“A equipe técnica, a SAF [Superintendência de Administração e Finanças], tem feito trabalho de campo pela necessidade de recursos. Corte está em 33%, em torno de R$ 23 milhões, do custeio e investimento, sem incluir pessoal. Afeta a fiscalização de campo, às vezes falta caixa”, lamentou Quadros. 

A queixa já fora expressa abertamente ao Congresso Nacional ainda em abril, quando em audiência na Câmara o presidente da Anatel apontou para o cenário de severa restrição financeira. “É impossível trabalhar com esses limites de orçamento federal”, afirmou à época.

Segundo explicou, o jeito será cortar em sistemas eletrônicos e upgrades. “Tem impacto na área de investimento, que abrange principalmente a área de tecnologia da informação. O corte está praticamente todo está concentrado na área de TI. Sistemas que precisam ser desenvolvidos, upgrades, estão afetados. Alguma restrição à operação do call center haverá, não ao nível de desativar, porque seria apenas R$ 1 milhão desse total”, disse.


Amizade no Facebook não desqualifica testemunha em ação trabalhista

Para o TRT de Minas Gerais, se vínculo em redes sociais caracterizasse suspeição não restariam testemunhas em processos trabalhistas. 

TVs de tubo e PCs de mesa viram sucata eletroeletrônica

TV digital aumentou o descarte das TVs analógicas em São Paulo. Impressoras e monitores também estão no top 5 da lista dos eletroeletrônicos jogados fora.

eSocial: empresas de TI precisam contratar seguro de responsabilidade civil

O conselho é do consultor tributarista e empresarial Lucas Ribeiro. Segundo ele, é necessário prevenir-se contra os possíveis erros do sistema do novo regime da Receita.

Banda larga não pode ser vista como custo nas prefeituras

A afirmação é do presidente da Associação dos Municípios do Paraná, Marcel Micheletto. "As prefeituras podem ser protagonistas, mas temos que ter atitude e investir em TIC", reforça.

No Governo, apenas 32% dos serviços foram 100% digitalizados

Levantamento feito pelo Ministério do Planejamento aponta que  ainda há muito por fazer no pais, uma vez que 39% dos serviços estão parcialmente digitalizados e 29% não estão disponíveis para acesso online em nenhuma das etapas.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G