INOVAÇÃO

Criptomoedas triplicam em um ano e são usadas por 5 milhões no mundo

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/06/2017 ... Convergência Digital

O Centro de Finanças Alternativas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, apresentou o que parece ser o primeiro estudo global sobre o uso das criptomoedas, como as bitcoins, e concluiu que essa tecnologia experimenta um crescimento explosivo. Só no ano passado esse mercado triplicou, chegando a abril de 2017 em estimados US$ 27 bilhões, ou cerca de R$ 90 bilhões. 

“As descobertas são chocantes e provocantes. A adoção das vários criptomoedas realmente disparou, com bilhões em capitalização de mercado e milhões de carteiras ativas a partir de 2016. É uma indústria tanto globalizada como localizada, sem fronteiras nas operações de trocas, mas com mineração geograficamente concentrada. É uma indústria cada vez mais fluida, com as linhas entre transações e carteiras cada vez mais borradas e uma multitude de moedas, não apenas bitcoin, suportadas por um ecossistema em crescimento”, diz a análise dos pesquisadores Garrick Hileman e Michel Rauchs. 

O estudo aponta que existem no mundo entre 2,9 milhões a 5,8 milhões de pessoas que já fazem uso das diversas criptomoedas existentes. A Bitcoin ainda é a principal delas, respondendo por cerca de 72% do mercado, mas há outras como Ether (16%), Dash (3%), Monero, Ripple e Litecoin, cada uma com cerca de 1% do total. Embora a participação da Bitcoin tenha caído (era 86% do total em 2015), ainda é a mais aceita por quase uma centena e meia de organizações globais envolvidas com essa tecnologia. 

A pesquisa identificou, ainda, que há pelo menos 1.876 pessoas trabalhando em tempo integral na indústria de criptomoedas – mas o número deve superar os 2 mil uma vez que grandes organizações de mineração não indicaram números precisos sobre pessoal envolvido.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Opinião
Por que devemos projetar chips no Brasil?
Rogério Moreira e Murilo Pessatti*
Opinião
BNDES e o impacto na Inovação
Cláudia Trindade Prates, João Paulo Pieroni e Luciano Machado*

Agronegócio: 'Falta um waze para o agricultor'

A afirmação é do presidente da Agrotools, Fernando Martins, observando que há um grande potencial para startups inovarem no Brasil.

Uber: São mais de 1000 decisões judiciais favoráveis ao negócio no Brasil

Diretora Jurídica da empresa, Mariana Barbosa, diz que temer a regulamentação, mas ela precisa ser 'justa para não inviabilizar o modelo de negócios'.

CADE faz estudo favorável ao Uber e sugere desregulamentação para táxis

O Departamento de Estudos Econômicos -DEE - elaborou uma nota técnica onde defende a economia de compartilhamento como benéfica para consumidores e ofertantes.

TOTVS é a única empresa de TI do Brasil em ranking global de Inovação

Estudo com 1 mil empresas que mais investem em P&D no mundo inclui outras três empresas nacionais: Petrobras, Vale e Embraer. Amazon, Alphabet (Google), Intel e Samsung lideram. Indústrias de tecnologia, automotiva e saúde concentram 61% dos aportes.

Inovação: Governo investe menos, empresas um pouco mais. Recursos caem R$ 2,8 bilhões

Dados são do MCTIC e compara 2015 a 2014. Pedidos de patentes seguem caindo no País.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G