INCLUSÃO DIGITAL

Quase três anos depois, provedores ainda lutam por preço menor por postes

Luís Osvaldo Grossmann ... 05/07/2017 ... Convergência Digital

Alvos de um seminário promovido nesta quarta, 5/7, pela Anatel, os pequenos provedores de acesso a internet aproveitaram a reunião para lembrar que ainda existe uma série de gargalos que dificulta a atuação dessas empresas no mercado. Em especial, apontam para problemas na aplicação do valor de referência no aluguel de postes do setor elétrico. 

“O provedor, para ser competitivo, chega com internet em valor reduzido e acaba com tíquete médio baixo. E precisa, portanto, ter custos reduzidos, e um desses fatores é o poste. Mas como foi demonstrado no estudo recente de uma consultoria, o preço dos postes ainda vai de R$ 3 a mais de R$ 20”, destacou o diretor da Abranet, André Costa. 

Vale lembrar que no fim de 2014, depois de muitas tratativas, Anatel e Aneel chegaram aos R$ 3,19 como valor de referência para o aluguel de ponto nos postes do setor elétrico pelas empresas de telecom. A queixa dos provedores é que o abismo por porte no preço cobrado permaneceu. 

Como emenda o diretor de regulação da Abrint, Carlos Godoy, o desequilíbrio é ruim para o mercado. “É necessário equilíbrio competitivo dos pequenos com grandes operadoras. Na questão dos postes, ganhamos mas não levamos. A Anatel, em esforço louvável, conseguiu acertar o preço, mas três anos depois continuamos pagando valores absurdos, muito diferente do cobrado das operadoras de grande porte, porque as ofertas publicas não aconteceram.”

Franquia

Os provedores também lamentam o avanço do PL 7182/17 (antes PLS 174/16, no Senado), que proíbe a venda de acesso a internet com previsão de limites de dados, as franquias. “Vemos com preocupação avanço do PL, porque apesar do avanço da fibra, a maior parte dos clientes ainda é atendida por rádio, o que dificulta comercialização exclusiva de planos sem franquia. Caso o PL seja aprovado, haverá aumento de preço do usuário final ou redução das velocidades disponíveis para os assinantes. É importante que Anatel conclua o mais rápido possível a análise de impacto regulatório para informar o quanto antes aos parlamentares sobre os impactos”, disse Godoy.


Carreira
Empresas oferecem 63 bolsas de estudo em Tecnologia

Parceria entra a Cabify e a Ironhack prevê a concessão de três bolsas integrais e 60 bolsas parciais nos três cursos disponíveis atualmente na Ironhack São Paulo: Desenvolvimento Web, UX/UI Design e Data Analytics.

Google Station é plataforma de monetização para Programa WiFi Livre SP

Empresa firmou parceria com América Net e Linktel, com patrocínio do Itaú, e já conta com 80 hotspots distribuídos na capital de São Paulo.

Pressão do TCU dobra ganhos da Telebras no contrato com Viasat

Em renegociação forçada pela Tribunal de Contas, o resultado inicialmente estimado em R$ 203 milhões foi turbinado em mais R$ 222 milhões com o acordo de uso da capacidade do satélite nacional para venda de acesso a internet.

TV Digital: Com parecer pró-TVs, Anatel acena com recursos para banda larga

Disputa pelos R4 3,6 bilhões acontecia entre TVs e Teles. Com saldo, haverá dinheiro para os demais projetos, afirma o presidente do Gired, conselheiro Moisés Moreira.

Infovias compartilhadas são estratégicas para ampliar a banda larga

Governo costura uma agenda de ações para massificar o acesso à conectividade no Brasil, entre elas está a revisão do fomento para as cidades inteligentes, revela o secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes. Política governamental será debatida no Brasscom TecFórum, que acontece nos dias 24 e 25 de abril, em Brasília.

Embratel instala 15 mil novos hotspots gratuitos de Wi-Fi em Pernambuco

Operadora explica que serão 12500 pontos Wi-Fi instalados em órgãos do governo do Estado e aproximadmente 3000 direcionados para praças e locais públicos. Iniciativa faz parte do programa Pernambuco Conectado, que tem investimentos previstos de R$ 180 milhões.

Para Cade, não houve abuso das teles em questionar contrato da Telebras

Estatal acusou Sindisat, Sinditelebrasil e a amazonense Via Direta de ligitância de má-fé nas disputas judiciais pelo uso do satélite nacional. Para órgão antitruste, aões não eram infundadas.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G