Home - Convergência Digital

"O momento é de cautela. TI é uma profissão diferenciada", diz presidente do Sindpd/SP

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 12/07/2017

Ao profissional de TI de São Paulo, o recado do presidente do Sindicato dos trabalhadores de São Paulo, Sindpd/SP, Antônio Neto, é o de manter a calma e evitar precipitações. "TI é uma profissão diferenciada. Não entendo a jornada intermitente sendo adotada na categoria e a nova fórmula da terceirização é por prestação de serviços ao invés do body shop, o que vai inibir a pejotização", sustentou o sindicalista, em entrevista ao portal Convergência Digital.

Cauteloso -  apesar de achar a Reforma Trabalhista um desmonte dos direitos adquiridos pelos trabalhadores - Neto diz que é preciso, agora, aguardar a sanção da legislação para saber se o acordo firmado entre o presidente Michel Temer e o Senado federal será mantido e itens como a própria jornada intermitente ser mais clarificada. "Entendo a jornada intermitente mais para eventos, bares, restaurantes. Não vejo para a TI que é altamente especializada", reitera.

Com relação aos próximos passos, o presidente do Sindpd/SP diz que será necessário sentar à mesa com o sindicato patronal - SEPROSP - para fazer vale a Convenção Coletiva. "Temos que aproveitar os próximos 120 dias para especificar mais a questão do teletrabalho, mas já há cláusula na Convenção Coletiva sobre o teletrabalho. E temos também que levar em conta que o acordado vai valer sobre o legislado. Temos que construir algo melhor", completou Antonio Neto.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/05/2018
Paralisado, satélite da Telebras entra em balanço de Temer

09/05/2018
Cortes do orçamento vão ficar piores para Ciência, Tecnologia e Inovação

17/04/2018
Big data: Órgãos federais já podem contratar Serpro e Dataprev para cruzar dados

16/04/2018
Big data no Governo Federal levou ao corte de 5 milhões do Bolsa Família

12/04/2018
Luis Felipe Salin Monteiro é o novo secretário de TIC no Planejamento

28/03/2018
Governo sinaliza vetos no PLC 79, mas não adianta quais são

26/03/2018
Temer sanciona ‘Lei do Uber’ sem vetos

22/03/2018
Decreto cria estrutura multissetorial para cuidar da transformação digital

21/03/2018
Estratégia Digital reúne antigas demandas e programas repaginados

26/02/2018
Câmara quer votar dia 28 projeto que muda desoneração da folha

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Profissional do futuro simplesmente não existe

A advertência foi feita pela futurista Lala Deheinzelin, criadora do movimento "Crie Futuros". Segundo ela, já não se pode mais pensar em uma profissão ou em um profissional. É preciso imaginar células, cada uma com sua capacidade. A união de todas elas é que será, de acordo com a especialista, capaz de nos levar a um mundo desejável.

Flexibilização no trabalho: prática bem longe da realidade no Brasil

Pesquisa mostra que 75% dos brasileiros ainda trabalham no formato tradicional: no escritório e no horário comercial. Estudo mostra ainda que 58% das empresas não fornecem recursos suficientes para viabilizar o home office.

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site