INCLUSÃO DIGITAL

Telebras muda edital do satélite e marca leilão para 28 de agosto

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/07/2017 ... Convergência Digital

A Telebras divulgou nesta sexta-feira, 14/7, o esperado edital para oferta da capacidade da banda Ka do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. O documento traz mudanças em relação ao inicialmente divulgado para consulta pública, notadamente com a retirada de um dos lotes – o que significa pouco mais de um quarto da capacidade total. A ideia é fazer o leilão em 28 de agosto.

Pelo novo edital, a Telebras mantém diretamente uma parcela da capacidade do satélite, cerca de 12 Gbps dos 56 Gbps em banda Ka. Na versão anterior, ficava com quase isso indiretamente, pela reserva de parte do que estava incluído em um dos lotes, o mais polpudo mas com compromissos. Agora, simplesmente retirou 12 Gbps do leilão. 

Restaram, assim, um lote com 21 Gbps e outro com 12 Gbps, assim descritos no edital: 

Lote 1: 9.661 MHz de capacidade em Banda Ka do SGDC, sendo parcela desta capacidade a integralidade dos feixes 18, 23, 37 e 42 (exclusivamente alocados a este lote) e a restante distribuída proporcionalmente em 63 (sessenta e três) feixes do território nacional. O Lote 1 é atrelado ao cumprimento dos Compromissos Mínimos de Rede nos termos do Anexo D5.

Lote 2: 5.809 MHz de capacidade em Banda Ka do SGDC, distribuídos proporcionalmente em 63 (sessenta e três) feixes do território nacional. Não há nenhuma alocação nos feixes 18, 23, 37 e 42 para este lote.

Não há menção a preço mínimo, apenas que o pagamento pode ser feito 15% à vista e o restante parcelado em 60 meses, que é o prazo do contrato, sendo permitidas prorrogações por cinco anos. O edital também aceita consórcios de até 3 empresas, inclusive estrangeiras, desde que uma delas seja do ramo de telecomunicações. 

Se a estatal tenta se preservar das críticas – e do questionamento no Supremo Tribunal Federal – com a reserva direta de capacidade para si, o edital mantém a mesma discrição em relação ao plano nacional de banda larga. A minuta menciona apenas que “a Capacidade objeto deste Contrato é fornecida para uso da Cessionária para a prestação de serviços de telecomunicações. A Cessionária deve se ater aos objetivos do Programa Nacional de Banda Larga – PNBL”. 

Antes, no preâmbulo do edital, descreve tais objetivos como sendo “notadamente a massificação do acesso à Internet em banda larga, quando prestar serviços de telecomunicações para (a) usuários finais, residenciais, administração pública e/ou empresariais/corporativos, (b) backhaul para redes móveis/fixas, e (c) provedores de acesso à Internet”.

Além disso, o edital atrela aquele lote mais turbinado a “Compromissos Mínimos de Rede”, que seriam “as obrigações a serem cumpridas pela Cessionária do Lote 1 da Capacidade Satelital em Banda Ka relativas ao Lote Telebras, nos termos do Anexo D5 – Compromissos Mínimos de Rede.” O Anexo D5 do edital, no entanto, é secreto: aparece como “Documento sigiloso a ser obtido pelas Proponentes nas formas e condições estabelecidas no Edital.”


Carreira
Jornada Intermitente não é aplicável ao setor de TI

A afirmação é do presidente do Sindpd/SP, Antonio Neto, ao deflagrar a campanha salarial 2018. Um dos objetivos é manter os benefícios da Convenção Coletiva de Trabalho, agora, válida até o dia 31 de dezembro, por conta da reforma trabalhista.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Governo estabelece o fim do feriado regulatório para fibra óptica

Governo quer fazer um diagnóstico das redes de acesso existentes no país. "Temos poucos dados e eles estão desatualizados", observa o diretor de Banda Larga do MCTIC, Artur Coimbra.

Telecentros renovam fôlego e ganham novo status na Inclusão Digital

A consulta pública aberta pelo governo para definir novas políticas públicas para Telecomunicações vai tratar de um tema caro: o compartilhamento e tratamento de dados, revela Américo Bernardes, Diretor do Departamento de Inclusão Digital do MCTIC.

MCTIC abre consulta para plano que prioriza a banda larga em Telecomunicações

“O principal objetivo é levar conectividade para onde ela não existe. E o Decreto esclarece quais são as prioridades”, resume o secretário André Borges. Texto vai receber contribuições por 30 dias. 

Celular é o principal meio de acesso à Internet nas classes D e E

Pesquisa do CGI.br mostra ainda que oito em cada 10 crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos são usuários da Internet no Brasil. Levantamento mostra ainda que 42% dos adolescentes tiveram contato com publicidade não apropriada para a idade.

Programa de R$ 450 milhões vai espalhar WiFi grátis pela Europa

Aprovado pelo Parlamento Europeu, plano prevê a implementação de 6 mil a 8 mil pontos até 2020. 

TV Digital: Rio e Vitória estão prontos para o desligamento no dia 25 de outubro

Pesquisa do Gired mostra que o número de domicílios das cidades do Rio de Janeiro e de Vitória ainda está abaixo do percentual mínimo, mas a maioria manteria acesso à TV aberta - 97% no Rio e 91% em Vitória - por conta da TV paga e da TV via satélite.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G