GESTÃO

Serpro e Receita unificam dados e criam serviço que reduz atendimento de 90 dias para 72 horas

Convergência Digital* ... 14/07/2017 ... Convergência Digital

Desde o último dia 13 de julho, os taxistas já têm acesso a mais um serviço integrado de dados do governo. Trata-se do Sisen – Sistema de Concessão Eletrônica de Isenção de IPI/IOF – unificou bases de dados de órgãos públicos diversos e reduziu o tempo de atendimento de noventa dias para 72 horas.

A solução desenvolvida pelo Serpro pode ser acessada via mobile e deve receber 50 mil pedidos anuais, que antes eram realizados somente nos postos de atendimento da Receita Federal. O próximo módulo do  Sisen, previsto para ser implantado em dezembro de 2017, atenderá aos requerimentos de isenção de IPI e IOF de pessoas com deficiência.

Entre sistemas e bases acessados estão o Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), além das fontes internas da Receita Federal, como a base de Certidão de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CND) e o Cadastro de Pessoa Física (CPF).

O Sisen é uma das entregas previstas por um acordo de cooperação entre União, Ministério da Fazenda e Sebrae em que o Serpro viabiliza a parte de infraestrutura tecnológica. Outra entrega ocorrida em 2017 foram funcionalidades que permitiram facilitar pagamento de tributos por microempreendedores.


Governo fixa quadro da Telebras em 490 empregados, mas prevê cortar 60

Postos relativos aos funcionários cedidos, a maioria para a Anatel, serão extintos. Atualmente estatal conta com 392 empregados.

Receita libera manual para desenvolvedores testarem ambiente do eSocial

Até o dia 31 de julho, somente as empresas de TI terão acesso no ambiente de produção restrita. A partir de 1º de agosto, todas as demais empresas poderão acessar também. O portal Convergência Digital disponibiliza o manual dos desenvolvedores.

Internet das Coisas: empresas driblam entraves e 'donos dos projetos'

Mais do que investir em IoT como uma 'onda', as companhias precisam definir o que querem dos objestos conectados e dos dados coletados.

Para Claro, 700 MHz impulsionará adoção de IoT

Em entrevista à CDTV, Eduardo Polidoro, diretor de IoT na Claro Brasil, explicou que a telco está focando nos segmentos de carro conectado, cidades inteligentes e utilities para desenvolver soluções fim a fim 

Projetos vencedores de IoT envolvem TI e negócios

“Os projetos de internet das coisas que vão para frente são aqueles onde há colaboração entre as áreas”, diz Lucas Pinz, da Logicalis,



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G