TELECOM

Enquanto espera Oi, TIM estuda comprar rede da Cemig

Luís Osvaldo Grossmann ... 26/07/2017 ... Convergência Digital

Ainda de olho em uma eventual consolidação com a Oi, a Tim já namora a possibilidade de ampliar sua rede fixa com a compra de ativos, especialmente um já à venda: a Cemig Telecom. Segundo o presidente da Tim, Stefano de Angelis, o negócio é coerente com os planos da empresa de ampliar a rede de fibras ópticas. 

“Nosso plano de negócios tem muito dinheiro colocado para construção de fibra, então porque não olhar possibilidade de comprar fibra que já foi construída pela Cemig Telecom? Temos a obrigação de olhar se as condições de venda de uma empresa que tem como principal ativo a fibra é coerente com nosso plano de negócios. E a primeira avaliação é que sim. Mas temos que ver as condições econômicas e financeiras dessa aquisição”, disse o executivo nesta quarta, 26/7, durante a apresentação dos resultados financeiros do segundo trimestre. 

Ele destacou que “o crescimento dos pequenos provedores de internet demonstra a grande oportunidade que tem o mercado, e o país, nessa demanda latente de banda larga. Então vemos uma grande oportunidade de crescimento no ramo comercial, que pode ser explorado com tecnologia móvel ou com aquisições”. 

Ele afirmou, ainda, que do ponto de vista do mercado como um todo, faz todo o sentido uma eventual consolidação entre Tim e Oi, mas que essa questão encontra-se atualmente no aguardo de uma solução favorável para a recuperação judicial da supertele. 

“A Oi é um tema mais delicado. Claro que a gente já no passado estudou integração com a Oi. É uma integração natural entre a operação da Tim e da Oi, porque tem uma grande operação fixa e uma grande operação móvel. Então tem sinergias, claro. Hoje a situação da Oi está em outra discussão, um processo de recuperação judicial onde a Tim esta interessada por motivos completamente diferentes, sendo um dos credores da Oi. Quando a situação da Oi se voltar aos aspectos comerciais e de evolução do mercado de telecom, vai ser a alavanca de qualquer análise e vamos continuar olhando para a Oi.”

A Tim registrou lucro líquido de R$ 219 milhões no segundo trimestre, quase o triplo (+194,1%) do mesmo período no ano passado (R$ 74 milhões). A receita líquida apresentou cresceu 3,2% entre abril e junho, para R$ 3,94 bilhões. O destaque aí foi para o desempenho dos serviços de dados, onde as receitas cresceram 40,9% e já representam 60% do faturamento total do segmento móvel.

Apesar da perda no número total de clientes (-4,9% em comparação com o segundo trimestre de 2016), a empresa aponta um crescimento de 15% da base de usuários pós-pagos, que já são 15,8 milhões dos 60,8 milhões de clientes no fim de junho. 


Internet Móvel 3G 4G
TIM quer compartilhar frequência com Claro e Vivo

Operadora quer levar para essas operadoras o acerto firmado com a Oi. Em infraestrutura, TIM prepara 4G em 700 MHz em São Paulo e já instalou 600 ERBs, revelou o CTO da tele, Leonardo Capdeville.

Anatel: LGT completa 21 anos carente de ações políticas atentas ao futuro

Em carta oficial, a agência reguladora sustenta que é preciso festejar o passado, mas adverte: não dá mais para manter o modelo separando telefonia fixa dos demais serviços de telecomunicações. O acesso ao telefone, essencial no passado, requer, agora, o acesso à banda larga.

Anatel aprova novo regulamento para preço público de radiofrequências

Principal novidade é a possibilidade de a agência exigir compromissos de investimento como parte do valor da renovação do direito de uso do espectro.

Anatel aprova regra para mediar e exigir contratos entre teles e OTTs

Novo regulamento de interconexão também exige ofertas de pontos de conexão em todos os Códigos Nacionais e facilita cortes em casos de inadimplência.

Segurança faz Anatel antecipar bloqueio de celulares no Rio de Janeiro

Os aparelhos irregulares vão ser bloqueados a partir de 08 de dezembro, a pedido do Gabinete de Intervenção Federal no Estado. O bloqueio está implementado no Distrito Federal e no Estado de Goiás.

Disputa entre fornecedores faz Cemig Telecom adiar leilão para o dia 8 de agosto

Preço mínimo para o lote 1, que envolve a rede de banda larga nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro foi estipulado em R$ 332 milhões.  Já manifestaram interesse público, a TIM e a Claro.

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Depois de um período de expansão, em 2014, com a entrada das teles no segmento, o setor encerrou o mês de maio com 17,8 milhões de assinantes, o que significa a perda de 10% da base de usuários. Claro/NET concentram 50% do mercado.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G