NEGÓCIOS

Internet das Coisas cresce quase três dígitos e impulsiona o software

Ana Paula Lobo* ... 14/08/2017 ... Convergência Digital

O mercado mundial de Software e Serviços atingiu, em 2016, o valor de US$ 1.096 bilhões. Os investimentos em Software e Serviços no Brasil alcançaram a marca de US$ 19 bilhões, colocando o país na 9ª posição no ranking mundial, revela o estudo anual "Mercado Brasileiro de Software - Panoramas e Tendências" da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) em parceria com o IDC (International Data Corporation). Quando avaliados separadamente, o mercado doméstico de Software obteve um crescimento de 0,2%, em relação a 2015, com US$ 8,475 bilhões. Já o mercado doméstico de Serviços registrou um aumento de 2%, com um total de US$ 10,227 bilhões.

Um destaque do estudo da ABES/IDC é a expansão da Internet das Coisas (IoT), que apresentou crescimento de 27,8% e atingiu investimentos de US$ 6 bilhões, ou R$ 18 bilhões sendo que, no Brasil, os principais casos de uso estão em Monitoramento de Frota, que investiu US$856 milhões, seguido por Smart Grid, com US$ 631 milhões. "IoT está intrinsecamente conectada com a reinvenção dos negócios como conhecemos hoje. Esse é um tema tão relevante que há discussões no governo para identificar áreas em que o Brasil pode se destacar dentro de IoT e, com isso, poder estabelecer formas de apoio à pesquisa, desenvolvimento e inovação", comenta Jorge Sukarie.

Na outra ponta desse processo está a análise dos dados para que possam ser usados em aplicações nas mais diversas áreas. Apesar do crescimento de Big Data e Analytics seguir em velocidade mais lenta com aumento de 3,2%, somou US$ 809 milhões, em 2016. "Dificilmente, quando se vai a uma empresa de qualquer setor da economia, não se consegue identificar uma aplicação em que não se encaixe uma solução de Big Data e que se consiga gerar resultados que possam agilizar a tomada de decisões, tornando-as mais assertivas e trazendo maior produtividade e competitividade", aponta Sukarie.

Em 2016, o mercado de computação em nuvem teve expansão de 47,4%, tendo como base os dois principais serviços do setor (SaaS e PaaS). Os investimentos nesse tipo de licenciamento passaram de US$ 506 milhões, em 2015, para US$ 746 milhões no ano seguinte. De acordo com a pesquisa, o modelo de utilização que mais cresceu foi o de Aplicações Colaborativas, onde a utilização em nuvem ultrapassou o licenciamento tradicional representando em 2016, 53,3% do mercado – aumento de 133% em comparação ao número registrado em 2013. As aplicações que apresentaram segundo maior crescimento foram as de CRM, onde, apesar do licenciamento tradicional representar a maioria do mercado, a utilização em nuvem saltou de uma participação de 20,8%, em 2015, para 27,5%, em 2016.

O setor da economia que mais investiu em Software, em 2016, foi de Serviços e Telecomunicações (investimento de US$2,5 bilhões e crescimento de 3,6%, em relação ao ano anterior), enquanto o que mais reduziu investimentos foi o de Finanças, com queda de 2,9%, mas que ainda é responsável por 24,5% da participação do mercado frente a 26,6% de Serviços e Telecomunicações. Em terceiro lugar, vem a Indústria que, com investimentos na ordem de US$ 2 bilhões, tem participação de 21%, seguida por Comércio, Governo e Óleo/Gás, representando 11,9%, 4,5% e 3,9%, respectivamente. Já a Agroindústria apresentou redução de 1,5% nos investimentos em Software, mas a coleta recorde de grãos prevista para 2017 deve reverter esse quadro neste ano.

Atualmente, o Mercado de Software e Serviços conta com 15.707 empresas, sendo 11.237 delas dedicadas ao desenvolvimento e à comercialização de software e 4.470 dedicadas aos serviços de TI. Dentre as 4.872 empresas dedicadas ao desenvolvimento de software, mais de 95% são consideradas de micro ou pequeno porte, ou seja, com menos de 99 colaboradores. Para obter o estudo completo, acesse o site.

*Com informações da ABES


Cloud Computing
ITI abre consulta pública para discutir certificado digital em nuvem

Uma das propostas remete à criação de um novo ente na ICP-Brasil chamado de Prestador de Serviço de Confiança – PSC (semelhante ao TSP – Trust Service Provider na Europa). Contribuições podem ser dadas até o dia 29 de setembro.

Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras desbanca teles e assume rede da Dataprev por R$ 292 milhões

Estatal assume rede que interliga 1,7 mil agências do INSS e data centers no lugar da Embratel, Telefônica, Oi e British Telecom.



Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

Governo Trump bloqueia venda de fabricante de chips para fundo chinês

Venda da Lattice Seiconductor por US$ 1,3 bilhão, anunciada há 10 meses, foi vetada pelos Estados Unidos. 

Alemanha proíbe Microsoft de atualizar Windows sem autorização do usuário

Empresa enviava para usuários do Windows 7 e 8.1 arquivos variando entre 6GB a 8GB para forçar a atualização para o Windows 10. Em comunicado, a Microsoft diz que vai parar de usar essa modalidade no país.

Rio Info: Não basta fazer software, tem de saber fazer negócio

Rio Info Teresopólis foi mais um passo para interiorizar o fomento à tecnologia no Estado do Rio de Janeiro.

Internet das Coisas cresce quase três dígitos e impulsiona o software

Estudo da Associação Brasileira das Empresas de Software revela que o mercado brasileiro de software e serviços no país ficou em R$ 57 bilhões em 2016, o que coloca o país em 9º lugar no ranking mundial. Brasil possui 15.707 empresas, sendo que 95% delas são consideradas de micro e pequeno porte.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G