Home - Convergência Digital

No Brasil, mais da metade das crianças acessa conteúdo adulto pelo smartphone

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 28/08/2017

Mais de um terço das crianças e adolescentes de 3 a 14 anos no Brasil usa smartphones e muitas delas têm acesso a conteúdo que não deveriam acessar. O conteúdo indesejado mais acessado por esta faixa etária é para adultos (59%) e aquele que mostra ou promove violência (36%). Estes são os resultados de uma pesquisa realizada pela Avast, com mais de 1.800 pais de crianças e adolescentes no país. O objetivo da pesquisa foi descobrir como os pais impedem seus filhos de acessar conteúdo indesejável ao usar dispositivos móveis.

"O surgimento dos smartphones trouxe informações nas pontas dos dedos para praticamente todo mundo, incluindo as crianças", disse Gagan Singh, VP Sênior e General Manager Mobile da Avast. "No entanto, há conteúdo obcuro se escondendo online, tornando vital para os pais estarem cientes do que as crianças acessam ao usar um dispositivo móvel. A Avast está lidando com isso com uma oferta de controle parental para as operadoras, que já é implementada pelos quatro grandes provedores de telecomunicações nos EUA, e agora está lançando também nos mercados da América Latina ".

Três em cada cinco brasileiros com menos de 18 anos usam um smartphone, mas apenas 17% dos seus pais usam um aplicativo de controle parental para monitorar o que seus filhos estão fazendo. Um terço dos pais entrevistados não sabia que os aplicativos móveis de controle parental existiam e outro terço disse pensar que seus filhos eliminariam o aplicativo se o encontrassem no dispositivo que utilizam. Abaixo está um detalhamento dos conteúdos indesejados acessados pelas crianças e adolescentes, subdivididos a seguir em faixas etárias:

Acessou um site ou aplicativo que continha malware
32% de 3-6 anos
21% de 7-10 anos
17% de 11-14 anos

Acessou um site ou aplicativo que continha conteúdo adulto
50% de 3-6 anos
48% de 7-10 anos
69% de 11-14 anos

Acessou um site ou aplicativo que mostrou ou promoveu violência
47% de 3-6 anos
43% de 7-10 anos
25% de 11-14 anos

Acessou um aplicativo com compras, que resultou numa cobrança em dinheiro
21% de 3-6 anos
17% de 7-10 anos
17% de 11-14 anos

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/05/2019
Suprema Corte dos EUA processa Apple por monopólio na App Store

10/05/2019
Aplicativo da Previdência Social terá novos serviços

09/05/2019
Para STF, restrições e proibições a apps de transporte são inconstitucionais

26/04/2019
Uber teve prejuízo de 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre

12/04/2019
Uber diz ter 91 milhões de usuários no mundo

04/04/2019
Empresas recorrem ao STF contra "uber dos ônibus"

07/02/2019
Anatel terá app para comparação de preços, mas ele só fica pronto em 2020

30/01/2019
Bradesco viabiliza aluguel de carro pelo aplicativo

24/01/2019
Easy Taxi e Cabify unem operações para brigar com Uber e 99

23/01/2019
Telegram ignora Fake News e aumenta número máximo de pessoas em grupo

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site