Home - Convergência Digital

No Brasil, mais da metade das crianças acessa conteúdo adulto pelo smartphone

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 28/08/2017

Mais de um terço das crianças e adolescentes de 3 a 14 anos no Brasil usa smartphones e muitas delas têm acesso a conteúdo que não deveriam acessar. O conteúdo indesejado mais acessado por esta faixa etária é para adultos (59%) e aquele que mostra ou promove violência (36%). Estes são os resultados de uma pesquisa realizada pela Avast, com mais de 1.800 pais de crianças e adolescentes no país. O objetivo da pesquisa foi descobrir como os pais impedem seus filhos de acessar conteúdo indesejável ao usar dispositivos móveis.

"O surgimento dos smartphones trouxe informações nas pontas dos dedos para praticamente todo mundo, incluindo as crianças", disse Gagan Singh, VP Sênior e General Manager Mobile da Avast. "No entanto, há conteúdo obcuro se escondendo online, tornando vital para os pais estarem cientes do que as crianças acessam ao usar um dispositivo móvel. A Avast está lidando com isso com uma oferta de controle parental para as operadoras, que já é implementada pelos quatro grandes provedores de telecomunicações nos EUA, e agora está lançando também nos mercados da América Latina ".

Três em cada cinco brasileiros com menos de 18 anos usam um smartphone, mas apenas 17% dos seus pais usam um aplicativo de controle parental para monitorar o que seus filhos estão fazendo. Um terço dos pais entrevistados não sabia que os aplicativos móveis de controle parental existiam e outro terço disse pensar que seus filhos eliminariam o aplicativo se o encontrassem no dispositivo que utilizam. Abaixo está um detalhamento dos conteúdos indesejados acessados pelas crianças e adolescentes, subdivididos a seguir em faixas etárias:

Acessou um site ou aplicativo que continha malware
32% de 3-6 anos
21% de 7-10 anos
17% de 11-14 anos

Acessou um site ou aplicativo que continha conteúdo adulto
50% de 3-6 anos
48% de 7-10 anos
69% de 11-14 anos

Acessou um site ou aplicativo que mostrou ou promoveu violência
47% de 3-6 anos
43% de 7-10 anos
25% de 11-14 anos

Acessou um aplicativo com compras, que resultou numa cobrança em dinheiro
21% de 3-6 anos
17% de 7-10 anos
17% de 11-14 anos

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

14/11/2017
WhatsApp consome menos dados. Messenger vence em vídeo

06/11/2017
App de táxi do governo federal incentiva compartilhamento de corridas

31/10/2017
Senado;disputa Uber, Cabify e 99 x Taxis volta à Câmara

27/10/2017
CEO da Uber vem ao Brasil na véspera da votação no Senado

24/10/2017
Senado aprova urgência e derruba substitutivo à Lei do Uber

24/10/2017
LATAM vai vender Internet Wi-Fi em voos no Brasil

24/10/2017
Desenvolvedor de app tem maior crescimento salarial em TI

19/10/2017
Acordo no Senado prevê votação da Lei do Uber em 24 de outubro

10/10/2017
Uber leva abaixo-assinado com 815 mil assinaturas ao Senado

09/10/2017
Governo usa aplicativo para tramitação de documentos

Destaques
Destaques

Melhores 4G do mundo se estabilizam em 45 Mbps

Com média de 20 Mbps, o Brasil não faz feio entre 77 países analisados nesse quesito. Mas a disponibilidade ainda está abaixo de 60% do tempo, de acordo com relatório do 3º trimestre divulgado pela Opensignal.

Smartphones responderam por 59% dos acessos à Internet na América Latina

Estudo da GSMA aponta que as operadoras vão investir US$ 70 bilhões para aumentar a cobertura 4G na região. Levantamento também mostra que há 300 milhões de pessoas digitalmente excluídas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site