Home - Convergência Digital

Reação faz Uber desistir de rastrear usuários após as viagens

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 29/08/2017

A Uber Technologies está retirando um recurso muito criticado de seu aplicativo que permitiu rastrear usuários por até cinco minutos após uma viagem, disse à Reuters o diretor de segurança da empresa, Joe Sullivan.

Espera-se que a mudança, que restaura a possibilidade dos usuários compartilharem seus dados de localização apenas enquanto usam o aplicativo, seja anunciada nesta terça-feira, 29/08 e será válida para o iPhone e para os celulares Android.

Em novembro do ano passado, uma atualização eliminou a opção dos usuários de limitarem a coleta de dados apenas quando utilizam o aplicativo, forçando-os a escolher entre permitir que o Uber sempre tenha acesso aos dados de localização ou nunca.

À época, a explicação dada é que a empresa precisava da permissão para sempre rastrear os clientes por cinco minutos após a conclusão da viagem, pois acreditava que poderia ajudar a garantir a segurança física dos clientes.

Mas as mudanças foram criticadas por usuários e defensores da privacidade, que chamaram a decisão de violação da confiança dos usuários por uma empresa já questionada pela forma como coleta e usa os dados de clientes. A Uber disse que nunca rastreou os usuários de iPhones após as viagens e que suspendeu a prática para usuários do Android.

De acordo com a Uber, o fim dessa funcionalidade não está ligada à tentativa de recuperar a imagem desgastada no mercado, que culminou na saída do presidente-executivo Travis Kalanick e outros executivos da empresa. Dara Khosrowshahi, presidente-executivo da Expedia, está preparado para se tornar o novo presidente da Uber.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/09/2017
Idec pede política de privacidade em aplicativos do Pão de Açúcar

18/09/2017
Apps do CPqD facilitam uso de smartphones por idosos

13/09/2017
Apps móveis de São Paulo têm mais de 9 milhões de downloads

13/09/2017
Tristeza triplica uso de apps e redes sociais

12/09/2017
Câmara prorroga inscrições para desafio de apps móveis

12/09/2017
Um em cada cinco internautas usa app de relacionamento

30/08/2017
América Latina terá 2,5 bilhões de objetos conectados em 2025

29/08/2017
Reação faz Uber desistir de rastrear usuários após as viagens

28/08/2017
No Brasil, mais da metade das crianças acessa conteúdo adulto pelo smartphone

17/08/2017
Apps no Brasil: WhatsApp supera Facebook. Twitter e Skype ficam bem atrás

Destaques
Destaques

4G mostra força diante da expectativa pelo 5G

Na América Latina,o crescimento das conexões LTE foi expressivo e a participação da tecnologia deve chegar a 28% até dezembro, alcançando 198,6 milhões de conexões ativas. No mundo, foram 2,37 bilhões de assinaturas LTE, um impulso de 59% de junho de 2016 a junho de 2017.

Internet das Coisas: redes LPWA serão um mercado de US$ 1,8 trilhão

Projeção da GSMA é de que as teles móveis alcancem esta receita em 2026. As casas conectadas vão impulsionar o consumo mais do que os carros conectados. Estimativa é que 483 milhões das conexões ativas em 2022 serão em redes comerciais de baixa potencia e grande alcance (LPWA, na sigla em inglês).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Inteligência Artificial já faz parte da sua vida

Por Eduardo Prado*

Existem aplicações que já estão dando o que falar e a IA será cada vez mais onipresente, aponta o especialista e consultor Eduardo Prado, em artigo exclusivo para o Portal Convergência Digital.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site