TELECOM

São Paulo, com menos 350 mil linhas, é a maior baixa da telefonia fixa

Convergência Digital* ... 05/09/2017 ... Convergência Digital

No mês de julho, a telefonia fixa registrou 41.271.708 linhas em operação, sendo 17.080.343 para as autorizadas e 24.191.365 para as concessionárias. Nos últimos 12 meses, as empresas autorizadas apresentaram redução de 252.420 linhas (-1,46%). Nesse mesmo período as concessionárias registraram declínio de 1.074.297 linhas (-4,25%), de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A autorizada TIM - que por conta da Intelig foi responsável pelo expressivo aumento em julho, uma vez que a operadora informou que os dados de meses anteriores estavam com problemas e vão ser reprocessados - apresentou a maior evolução entre as prestadoras, com 164.086 novas linhas (+30,29%) no mês de julho quando comparado com junho. A empresa que apresentou maior queda foi a Telefônica (Vivo), com menos 2.098 linhas. Nas concessionárias, a empresa Algar Telecom também registrou o maior crescimento, com 2.097 novas linhas. Oi, Sercomtel e Telefônica (Vivo) registraram redução de linhas fixas.

Nos últimos 12 meses, a Tim liderou o aumento de linhas nas autorizadas, com 96.548 novas linhas, seguida da Algar com 44.231 novas linhas. A prestadora que registrou maior queda foi a Claro Brasil, com perda de 469.825 linhas. Entre as concessionárias, a maior evolução também foi da Algar Telecom, que teve acréscimo de 21.901 linhas. As prestadoras que apresentaram maiores quedas foram a Oi, com perda de 744.904 e a Telefonia (Vivo) com menos 354.106 linhas.

No grupo das autorizadas, os estados que apresentaram as maiores evoluções no mês de julho deste ano quando comparado com junho, foram São Paulo, com aumento de 78.011 linhas e Minas Gerais, com 52.775 novas linhas. Já o estado que apresentou maior queda foi o Amazonas, com perda de 3.163 linhas fixas.  Entre as concessionárias, somente dois estados registraram crescimento: Piauí, com 156 novas linhas e Acre, com 28 linhas, de junho para julho. São Paulo apresentou a maior queda, com perda de 43.804 linhas.

Nos últimos 12 meses, no grupo das autorizadas, Santa Catarina lidera a evolução com 45.515 novas linhas fixas. Nessa comparação, o estado que registrou maior redução foi São Paulo, que registrou perda de 187.551 linhas fixas. Já entre as concessionárias em todos os estados houve cancelamentos de linhas em relação a julho do ano passado. Os estados que registraram as maiores quedas foram em São Paulo, com menos 350.627 linhas e Rio de Janeiro, com menos 199.263 linhas de telefonia fixa.

*Com dados da Anatel


Internet Móvel 3G 4G
5G vai massificar o uso das small cells no Brasil

Mais do que prometer altas velocidades, o 5G exige das operadoras móveis uma reestruturação dos ambientes de infraestrutura, acesso, core da rede e de aplicações de negócios.

Recursos de numeração serão geridos por entidade fora da Anatel

Seguindo os moldes da portabilidade e das negociações de atacado, a operação será transferida para empresa contratada pelas teles, provavelmente a ABR Telecom.

TV paga: Operadoras, agora, esperam Globo e Band

O contrato firmado pela Record, SBT e RedeTV! com Net, Claro TV, Sky e Vivo estabeleceu um custo de R$ 0,60 por assinante. A Oi ficou de fora do acerto.

São Paulo, com menos 350 mil linhas, é a maior baixa da telefonia fixa

Em 12 meses, as concessionárias perderam mais de 1 milhão de linhas, de acordo com dados da Anatel. TIM e Algar Telecom registraram o melhor desempenho. Claro Brasil, com Embratel e NET, perdeu quase 500 mil linhas.

Acórdão abre caducidade da Sercomtel e congela bens da concessionária

Para a operadora, que tem quase 300 mil clientes, decisão era esperada e “na prática, nada muda”. 

Embratel investe em banda KA com novo satélite Star One D2

Operadora planeja lançar o novo equipamento, que será o décimo segundo dela, no final de 2019. Escolha dos fornecedores será anunciada em outubro. Além da banda KA, satélite terá banda C e KU. Os valores aportados não foram revelados.

TV paga: Sky, da AT&T, se acerta com RedeTV!, Record e SBT

Empresas chegaram a um acordo financeiro e o sinal será retomado para os 5,5 milhões de assinantes. Falta, agora, o acerto com o Grupo América Móvil, dono da NET, Claro e Embratel.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G