Convergência Digital - Home

Dataprev e Serpro vão prestar serviço pela nuvem pública

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 05/09/2017

As principais estatais de tecnologia da informação do governo federal, Dataprev e Serpro, costuram um consórcio pelo qual as duas empresas oferecerão conjuntamente serviços de computação em nuvem a órgãos públicos. O plano consiste em usar infraestrutura própria, mas também agregar a oferta com nuvens públicas de fornecedores privados.

“A ideia é termos uma orquestração comum. O Serpro tem orquestrador, a Dataprev também. Vamos plugar um orquestrador no outro e contratar Amazon, Google, Azure, enfim quem prestar serviço, e neste mesmo orquestrador vamos também trabalhar as nuvens de governo”, revela o gerente de conta de novos negócios da Dataprev, Edmar dos Santos Ferreira Jr. 

Embora ressalve que “ainda está tudo em processo de negociação”, há uma expectativa de que esse desenho avance ainda em 2017, inclusive com a perspectiva de contratação desse parceiro empresarial para a oferta combinada de nuvens pública e privada, o que vai exigir licitação. 

“Teremos um catálogo comum de nuvem, pelo menos IaaS e PaaS, infraestrutura e plataforma. Os preços para a nuvem pública serão comuns. Mas numa mesma contratação com Serpro ou Dataprev [o órgão] vai conseguir contratar serviços de cloud de governo e cloud de SaaS público, Iaas público. Onde ele vai jogar é critério dele. Se tem um banco sensível, ativa uma nuvem de governo. Quando não precisar disso, pode usar uma nuvem [pública] até mais barata.”


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Nuvem pública é usada no Brasil para back-up de dados e fluxos locais

A terceira edição da pesquisa Global Data Protection Index, encomendada pela Dell Technologies, mostra ainda que mais de 70% das empresas de médio e grande porte registraram incidentes com dados no Brasil, com um prejuízo médio de R$ 1,5 milhão.

Edge computing vai avançar 226% nos próximos cinco anos

Levantamento global da Vertiv mostra que o edge comuputing ganha papel estratégico no ecossistema de data centers pelo incremento do processamento de dados perto do ponto de uso.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site