SEGURANÇA

Brasil é campeão em clonagem de cartões na América Latina

Convergência Digital ... 12/09/2017 ... Convergência Digital

Segundo divulgou nesta terça, 12/9, a Kaspersky Lab, o Brasil é o país líder em clonagem de cartões em pontos de vendas (POS) na América Latina, responsável por 77,37% dos ataques dedicados a região. Na sequência, está o México com cerca de 11,6% dos ataques a cartões.  

Segundo a empresa, mais de 22% da população adulta da região possui, pelo menos, um cartão de crédito e 72% das transações de pagamento da América Latina são feitas nesse formato. 

O estudo analisou os anos de 2015 e 2016 e calculou terem sido realizados cerca de 1,3 mil ataques em pontos de venda em toda América Latina. Segundo a empresa de antivírus, o malware para ponto de venda possui funções de “raspagem” da memória RAM, que tem como objetivo coletar dados importantes do cartão. 

“Os criminosos que clonaram esses cartões utilizaram o malware Dexter – um open source disponível gratuitamente na internet – para realizar os golpes. Esse número aumentou para 1 mil ataques apenas nos primeiros oito meses de 2017, principalmente por conta do malware NeutrinoPOS – encontrado pela primeira vez em 2015 e que também é utilizado em ataques de negação de serviços (DDoS).” 

“Como resultado das clonagens, os criminosos revendem as informações dos cartões que foram clonados em pontos de venda no mercado underground”, diz o analista de segurança sênior da Kaspersky Lab Fabio Assolini. 


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Golpe do 14º salário no WhatsApp atinge 770 mil brasileiros

Os golpistas pedem para o usuário conferir se tem direito a um dinheiro extra.

Brasil sofre 55% dos ataques de ransomware na América Latina

Segundo números divulgados pela Kaspersky Lab, esse tipo de ameaça registrou aumento de 30% entre 2016 e 2017.

TSE fecha acordo de cooperação em TI com a Sociedade Brasileira de Computação

Acordo é abrangente e pode abordar tanto a segurança da urna eletrônica como questões internas de informática do Tribunal. 

Guerra cibernética passa a ter mesmo status de armas atômicas nos EUA

Comando Cibernético foi elevado em decisão anunciada por Donald Trump e com o propósito de "enfatizar o desenvolvimento de armas cibernéticas para impedir ataques, punir intrusos e enfrentar adversários".



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G