GESTÃO

Grupo Boticário reforça uso de dados e cria gôndola inteligente

Roberta Prescott e Lucas Machado ... 13/09/2017 ... Convergência Digital

O desafio do Grupo Boticário de desenvolver e apoiar a nova cultura digital levou a holding, formada por quatro empresas — O Boticário; Eudora; Quem disse, Berenice?; e The Beauty Box —, a criar, no ano passado, um laboratório de inovação batizado de Botilabs. "A TI não pode ser vista como custo e sim como uma área que puxa projetos que agreguem valor à companhia", ressaltou em entrevista exclusiva à CDTV, do portal Convergência Digital durante o SAP Fórum Nicolas Simone, CIO do Grupo Boticário.

No Botilabs, mesmo que as soluções tenham sido desenvolvidas para atender às necessidades de uma empresa do grupo, elas são colocadas em uma espécie de shopping e ficam disponíveis para outras empresas. O grupo trabalha em parceria com startups e grandes companhias, como o SAP Labs, braço de inovação da SAP Brasil, localizado em São Leopoldo, para resolver desafios do dia a dia. Um deles é equacionar os estoques físico e virtual, um trabalho que é passível de falha humana e requer planejamento de demanda, quebra de estoque e balanço financeiro.

A solução encontrada para resolver o problema de ter o produto em estoque, mas não na prateleira das lojas, nas áreas de venda, foi adoção de uma gôndola inteligente. O grupo adotou uma ferramenta da plataforma SAP Leonardo que identifica e interpreta os produtos nas prateleiras e faz uma comparação com o estoque. "Se a gôndola fica vazia, o sistema manda alerta para o estoque, o mesmo vale para quando é alocado produtos de forma errada", disse o CIO, durante o SAP Fórum 2017, realizado em São Paulo dias 12 e 13 de setembro.

Entre os benefícios, Nicolas Simone destacou a previsão de inventário, ter produtos na exposição, acompanhamento de inventário em tempo real e rápida alocação de produtos. O grupo está iniciando a incubação da solução de identificação de imagens, que usa SAP Leonardo e Hana, nas lojas. Outra inovação foi equipar os vendedores das lojas com aparelhos móveis para dar agilidade ao atendimento. Assista a entrevista com o CIO do Grupo Boticário, Nicolas Simone.


Justiça diz que smartphone e notebook não podem ser retidos pela Receita na volta de viagem ao exterior

O entendimento é da 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região ao declarar nula uma apreensão e determinar que o fisco libere o equipamento para a sua proprietária.

Rio de Janeiro proíbe ligação de telemarketing fora do horário comercial

Nova lei também proíbe ligações feitas de números privativos e exige que os operadoras de telemarketing identifiquem a empresa logo no início da chamada. Medida entra em vigor daqui a 120 dias.

Serpro adota seguro para cobrir má gestão

Desde o dia 8/12, o Serpro passou a adotar o "Seguro de Responsabilidade Civil", para eventual indenização que dirigentes da estatal sejam obrigados a pagar, em virtude de erros administrativos e má gestão. O valor de cobertura do seguro será de R$ 30 milhões (1% do patrimônio da empresa). Funcionário abaixo do cargo de superintendente não goza do benefício.

Governo tem versão 2018 do ePING

Padrões de interoperabilidade são obrigatórios para todos os órgãos federais integrantes do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação.

Nas PMEs, 93% não estão prontas para implantar o eSocial

Pesquisa mostra que a maioria das médias e pequenas empresas ainda não assimilou as consequências de não se adaptarem ao novo regime fiscal, em vigor a partir de janeiro de 2018. Empresas consideram caro o custo de implementação do regime.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G