TELECOM

Anatel diz que plano de numeração para provedores SCM virá em 2018

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/09/2017 ... Convergência Digital

Provedores regionais de acesso a internet voltaram a exigir um plano de numeração para o Serviço de Comunicação Multimídia junto à Anatel e a promessa é de que uma norma sobre esse tema vai avançar em 2018. “Isso está claramente mapeado. Sabemos que é um pleito antigo do setor, mas agora é a oportunidade de fazermos isso mesmo”, afirmou o gerente de regulação da agência, Nilo Pasquali. 

A Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações aproveitou a realização, nesta quinta, 14/9, de uma audiência pública sobre o novo regulamento geral de numeração para voltar ao tema, que na prática aguarda 15 anos por um tratamento do regulador. 

“A discussão sobre plano de numeração do SCM não pode ser tratada de forma secundária pela Anatel. Não é uma nova necessidade, como a internet das coisas, mas um pleito antigo. O pleito permanece e o assunto deve ser realinhado ao regulamento geral de numeração e à convergência de serviços em redes IP”, defendeu o gerente executivo da Abrint, Helton Posseti.

Segundo o coordenador de numeração da agência, Affonso Ribeiro, “numeração não é uma coisa tão difícil de projetar ou planificar, o mais difícil são as regras de interconexão. Não posso ter um plano de numeração sem antes ter a regra de como vai funcionar essa nova nuvem em relação as nuvens já existentes. Isso está avançado e já em 2018 teremos uma Análise de Impacto Regulatório, além da fase 3 desses regulamentos de numeração, sobre serviços”. 


Internet Móvel 3G 4G
5G vai massificar o uso das small cells no Brasil

Mais do que prometer altas velocidades, o 5G exige das operadoras móveis uma reestruturação dos ambientes de infraestrutura, acesso, core da rede e de aplicações de negócios.

Recursos de numeração serão geridos por entidade fora da Anatel

Seguindo os moldes da portabilidade e das negociações de atacado, a operação será transferida para empresa contratada pelas teles, provavelmente a ABR Telecom.

TV paga: Operadoras, agora, esperam Globo e Band

O contrato firmado pela Record, SBT e RedeTV! com Net, Claro TV, Sky e Vivo estabeleceu um custo de R$ 0,60 por assinante. A Oi ficou de fora do acerto.

São Paulo, com menos 350 mil linhas, é a maior baixa da telefonia fixa

Em 12 meses, as concessionárias perderam mais de 1 milhão de linhas, de acordo com dados da Anatel. TIM e Algar Telecom registraram o melhor desempenho. Claro Brasil, com Embratel e NET, perdeu quase 500 mil linhas.

Acórdão abre caducidade da Sercomtel e congela bens da concessionária

Para a operadora, que tem quase 300 mil clientes, decisão era esperada e “na prática, nada muda”. 

Embratel investe em banda KA com novo satélite Star One D2

Operadora planeja lançar o novo equipamento, que será o décimo segundo dela, no final de 2019. Escolha dos fornecedores será anunciada em outubro. Além da banda KA, satélite terá banda C e KU. Os valores aportados não foram revelados.

TV paga: Sky, da AT&T, se acerta com RedeTV!, Record e SBT

Empresas chegaram a um acordo financeiro e o sinal será retomado para os 5,5 milhões de assinantes. Falta, agora, o acerto com o Grupo América Móvil, dono da NET, Claro e Embratel.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G