Home - Convergência Digital

Anatel prevê as faixas de 1,5 GHz, 2,3 GHz e 3,5 GHz para o 5G

Convergência Digital - Carreira
Por Roberta Prescott - 20/09/2017

A Agência Nacional de Telecomunicações calcula que o Brasil precisa entre 69 a 400 megahertz de espectro para alocar as necessidades da 5G, IMT Advanced. Em apresentação durante o Painel TeleBrasil, Tarcísio Aurélio Bakaus, coordenador de planejamento de espectro e assuntos internacionais da Anatel, disse que algumas faixas foram identificadas, citando 1,5 GHz, 2,3GHz e 3,5 GHz.

De acordo com ele, a gestão do espectro deve ser feita sob a ótica do que será alocado e realocado ao serviço que mais necessita e tendo em vista que a escassez de espectro é um problema técnico com implicações econômicas e de desenvolvimento do País.

Com relação à quantidade de necessária de espectro, Bakaus explicou que se chegou ao montando após estudar cinco cenários, usando o modelo russo de cálculo de espectro. "Temos de estudar mais. Não batemos o martelo. É preciso estudar caso do País, alguns cenários, decidir e seguir em frente. O caso é que precisamos de mais faixas e isto é inevitável. Temos de trabalhar juntos para criar bom cenário regulatório", afirmou.

Bakaus disse que poderia haver uma coexistência do LTE-Advanced em 3400-3600 MHz com TVRO em 3625-4200 MHz no Brasil, mas que, devido à baixa qualidade dos receptores poderia haver problemas. Na agenda regulatória da Anatel, constam 59 projetos regulatórios a serem iniciados ou aprovados até o fim de 2018, sendo 20 deles relacionados à gestão de espectro, incluindo faixas para IMT (1,5 GHz; 2,3 GHz; 3,5 GHz) e espectro compartilhado.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/07/2018
Ericsson, Intel e Telstra anunciam chamada 5G em 3,5GHz

10/07/2018
China Mobile contrata a Nokia em acerto de 1 bilhão de euros

26/06/2018
Huawei seleciona brasileiros para capacitação na China

26/06/2018
Mercado e sociedade querem aprovação imediata do PL de dados pessoais

22/06/2018
5G: redes comerciais na América Latina em 12 a 18 meses

21/06/2018
Banco Central vai ser obrigado a regulamentar às Bitcoins

15/06/2018
Vivo e Claro vencem pregão de telefonia para governo por R$ 68 milhões

12/06/2018
Temer sanciona com vetos mudanças na Lei de Informática

28/05/2018
Licitar 5G em 2019 vai deixar Brasil para trás

18/05/2018
TCU vai abrir robô que varre licitações para estados e municípios

Destaques
Destaques

Brasil ativa 72 novos celulares 4G por minuto em maio

No quinto mês do ano, 3,2 milhões de novos chips 4G entraram em operação, somando um total de 116 milhões de acessos ativos. Ao levar em conta os acessos fixos e móveis, o País soma 237 milhões de acessos ativos.

4G estará em dois terços dos acessos da América Latina até 2022

Projeções da GlobalData são de que as operadoras ainda buscam o retorno dessa tecnologia e que as primeiras ofertas de 5G só chegarão em 2021.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site