Home - Convergência Digital

Profissional do futuro é um análogo do canivete suíço

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 26/09/2017

As novas tecnologias estão refazendo o perfil do profissional e quem não mudar corre o risco de desaparecer, advertiu o consultor Marcos Semola, ao participar de seminário que discutiu o uso da Inovação e da Tecnologia na Educação, na 15ª do Rio Info.

Segundo ele, o departamento de Recursos Humanos tradicional - que funciona numa caixinha - vai estar sempre ligado às empresas tradicionais. "Vão sempre cumprir ordens", observa. As corporações mais antenadas nem têm mais RH. Elas contratam profissionais capacitados para cumprir o papel de atrair, motivar, preparar e dar suporte ao funcionário para que ele cumpra as suas funções da melhor maneira possível.

O perfil do novo chefe também passa por mudanças, disse Semola. Mais que chefe, esse profissional é um líder que não pode temer os seus funcionários. "Não há mais lugar para o chefe que quer obediência dos seus comandados. Se ele agir assim, vai morrer sozinho no departamento", preconizou. E numa analogia, compara o profissional do futuro ao canivete suíço: esse especialista terá de ter capacidades polivalentes. Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/06/2018
Diferença entre homens e mulheres em TI só cai com mais mulheres no setor

25/05/2018
GSMA: Diferença entre mulheres e homens preocupa na América Latina

22/05/2018
Manicômio tributário mata as empresas no Brasil

22/05/2018
Vivo quer mulheres ocupando 30% dos cargos de direção até 2020

23/03/2018
A profissão de hoje em TI é a do desenvolvimento de algoritmos

21/03/2018
Pagar imposto tem de ser menos complicado no Brasil

21/03/2018
Brasil criou estereótipos sobre quem é o profissional da computação

20/03/2018
Setor de TIC precisa mostrar aos jovens que não é 'um bicho-papão'

19/03/2018
Economia digital: Governo tem de impedir a digitalização da burocracia

15/03/2018
Dataprev diz que seu maior ativo são os mais de 26 bilhões de dados civis

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Brasileiro revela pavor de perder o emprego

Estudo da Confederação Nacional da Indústria mostra que os profissionais brasileiros nunca ficaram tão preocupados com o emprego quanto agora. Sentimento cresce entre os homens, mas são as mulheres as mais assustadas com a possibilidade de demissões.

Profissional do futuro simplesmente não existe

A advertência foi feita pela futurista Lala Deheinzelin, criadora do movimento "Crie Futuros". Segundo ela, já não se pode mais pensar em uma profissão ou em um profissional. É preciso imaginar células, cada uma com sua capacidade. A união de todas elas é que será, de acordo com a especialista, capaz de nos levar a um mundo desejável.

Flexibilização no trabalho: prática bem longe da realidade no Brasil

Pesquisa mostra que 75% dos brasileiros ainda trabalham no formato tradicional: no escritório e no horário comercial. Estudo mostra ainda que 58% das empresas não fornecem recursos suficientes para viabilizar o home office.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site