TELECOM

Empresas terão 180 dias para cadastrar torres de telecom para compartilhamento

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/09/2017 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quinta, 28/9, um novo regulamento sobre o compartilhamento de infraestruturas de suporte à prestação dos serviços de telecomunicações. A norma se adequa à Lei das Antenas e ao desenvolvimento de um mercado específico para oferta desse tipo de infraestrutura. Em especial, o regulamento determina que a oferta dessas estruturas seja pública, em sistema eletrônico indicado pela agência. 

“Não são propriamente os elementos ativos de rede, mas estamos falando de torres, cabos, dutos, elementos passivos que são fundamentais para a definição da topologia das redes, impacto estético, consumo de energia, etc. A Lei das Antenas trouxe uma inovação importante na figura do detentor de infraestrutura. Até poucos anos o mercado era mais vertical e as próprias prestadoras mantinham infraestrutura de suporte. Ao longo dos anos, tem se observado a alienação e a construção de um mercado específico”, ressaltou o relator, Igor de Freitas. 

O novo regulamento disciplina o compartilhamento das infraestruturas de suporte. Nesse sentido, prevê que o compartilhamento se dê de forma não discriminatória, com preços justos e condições razoáveis; não deve prejudicar o patrimônio urbanístico, histórico, cultural ou paisagístico; as infraestruturas devem ser planejadas de forma a permitir uso pelo maior número possível de interessados. 

A norma prevê, ainda que a oferta deverá ocorrer em sistemas eletrônicos indicados pela Anatel, como SNOA, tendo informações técnicas disponíveis com todos os critérios para formação de preço. No caso de empresas com poder de mercado significativo, como preveem as regras de competição, as ofertas de referência são obrigatórias – a serem utilizadas na mediação de conflitos. As empresas terão 180 dias para inserir as ofertas no sistema eletrônico. 

O regulamento também lista as hipóteses em que o compartilhamento poderá ser dispensado, visto que por lei é obrigatório a estruturas distantes a menos de 500 metros umas das outras sejam compartilhadas. Em geral, devem existir justificativas técnicas que sejam obviamente passíveis de comprovação pela Anatel. 

Diz a norma que “para as torres que tenham sido instaladas até a data de publicação deste Regulamento, a comprovação do compartilhamento ou da dispensa deve ocorrer em até 36 meses” a partir da disponibilização do sistema para tal. 


Internet Móvel 3G 4G
Internet das Coisas é prioridade e vai muito além da oferta de conectividade

A afirmação foi feita pelo Chief Data Officer da Telefónica/Vivo, Chema Alonso. O especialista falou ainda sobre projetos para o melhor uso de Inteligência Artificial na área da Segurança da Informação.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Anatel abre 90 dias para teles inscreverem suas inovações ao consumidor

Edital do Concurso Prática Inovadora nas Relações de Consumo nos Serviços de Telecomunicações 2019  prevê premiações separadas para pequenas e grandes empresas.

4G da Oi leva Internet e comunicação à estação brasileira da Antártica

Condições na base Comandante Ferraz - com ventos de até 200 Km/h e temperaturas recordes negativas - são inóspitas. Por vídeochamada, o comandante Geraldo Juaçaba e o diretor da Oi, Roberto Blois, falam ao Convergência Digital sobre o impacto dessa nova infraestrutura de telecomunicações na vida da base brasileira.

Sangria na telefonia fixa faz mercado perder meio milhão de linhas em janeiro

Nos 12 meses terminados em janeiro, sangria de assinantes do STFC passou de 2,5 milhões de acessos. A Oi, entre as concessionárias, detém 56,04% das linhas ativas. Entre as autorizadas, a Claro aparece com 10,2 milhões de linhas ativas, ou 62,41%.

Oi vence Unitel em disputa de R$ 2,4 bilhões

Segundo a empresa, a decisão da Câmara de Comércio Internacional na arbitragem que corre desde 2015 entendeu que “os outros acionistas da Unitel violaram diversas previsões do acordo de acionistas”.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G