TELECOM

Empresas terão 180 dias para cadastrar torres de telecom para compartilhamento

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/09/2017 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quinta, 28/9, um novo regulamento sobre o compartilhamento de infraestruturas de suporte à prestação dos serviços de telecomunicações. A norma se adequa à Lei das Antenas e ao desenvolvimento de um mercado específico para oferta desse tipo de infraestrutura. Em especial, o regulamento determina que a oferta dessas estruturas seja pública, em sistema eletrônico indicado pela agência. 

“Não são propriamente os elementos ativos de rede, mas estamos falando de torres, cabos, dutos, elementos passivos que são fundamentais para a definição da topologia das redes, impacto estético, consumo de energia, etc. A Lei das Antenas trouxe uma inovação importante na figura do detentor de infraestrutura. Até poucos anos o mercado era mais vertical e as próprias prestadoras mantinham infraestrutura de suporte. Ao longo dos anos, tem se observado a alienação e a construção de um mercado específico”, ressaltou o relator, Igor de Freitas. 

O novo regulamento disciplina o compartilhamento das infraestruturas de suporte. Nesse sentido, prevê que o compartilhamento se dê de forma não discriminatória, com preços justos e condições razoáveis; não deve prejudicar o patrimônio urbanístico, histórico, cultural ou paisagístico; as infraestruturas devem ser planejadas de forma a permitir uso pelo maior número possível de interessados. 

A norma prevê, ainda que a oferta deverá ocorrer em sistemas eletrônicos indicados pela Anatel, como SNOA, tendo informações técnicas disponíveis com todos os critérios para formação de preço. No caso de empresas com poder de mercado significativo, como preveem as regras de competição, as ofertas de referência são obrigatórias – a serem utilizadas na mediação de conflitos. As empresas terão 180 dias para inserir as ofertas no sistema eletrônico. 

O regulamento também lista as hipóteses em que o compartilhamento poderá ser dispensado, visto que por lei é obrigatório a estruturas distantes a menos de 500 metros umas das outras sejam compartilhadas. Em geral, devem existir justificativas técnicas que sejam obviamente passíveis de comprovação pela Anatel. 

Diz a norma que “para as torres que tenham sido instaladas até a data de publicação deste Regulamento, a comprovação do compartilhamento ou da dispensa deve ocorrer em até 36 meses” a partir da disponibilização do sistema para tal. 


Anatel aprova novo regulamento para preço público de radiofrequências

Principal novidade é a possibilidade de a agência exigir compromissos de investimento como parte do valor da renovação do direito de uso do espectro.

Segurança faz Anatel antecipar bloqueio de celulares no Rio de Janeiro

Os aparelhos irregulares vão ser bloqueados a partir de 08 de dezembro, a pedido do Gabinete de Intervenção Federal no Estado. O bloqueio está implementado no Distrito Federal e no Estado de Goiás.

Disputa entre fornecedores faz Cemig Telecom adiar leilão para o dia 8 de agosto

Preço mínimo para o lote 1, que envolve a rede de banda larga nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro foi estipulado em R$ 332 milhões.  Já manifestaram interesse público, a TIM e a Claro.

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Depois de um período de expansão, em 2014, com a entrada das teles no segmento, o setor encerrou o mês de maio com 17,8 milhões de assinantes, o que significa a perda de 10% da base de usuários. Claro/NET concentram 50% do mercado.

Anatel rejeita pedidos de Société e Pharol para mudanças no conselho da Oi

Seguem válidos, portanto, os nomes indicados a partir da aprovação do Plano de Recuperação Judicial, em dezembro, que constituem o Conselho de Administração Transitório da supertele.

Telefónica conduz projeto de transformação digital da Avianca

O acerto terá validade de cinco anos e inclui serviços de voz tradicional, conectividade de dados, apoio de infraestrutura (LAN/WLAN/Centro de cabos), segurança digital e soluções de redes definidas por software (SDN).


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G